Doria anuncia Kassab como chefe da Casa Civil do futuro governo de SP
Doria anuncia Kassab como chefe da Casa Civil do futuro governo de SP

O governador recém-eleito, João Doria (PSDB), que assumirá o governo do Estado de São Paulo em 1º de janeiro de 2018, anunciou nesta segunda-feira (5) que o ex-prefeito da capital e ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação, Gilberto Kassab (PSD), será o chefe da Casa Civil durante sua gestão.
Kassab acompanhou Doria por ocasião da votação do candidato no 1º turno, em 7 de outubro, em São Paulo. Ele integrou os governos da petista Dilma Rousseff e do presidente Michel Temer (MDB).
Gilberto Kassab assumirá a área de articulação institucional e politica. Kassab é uns dos melhores articuladores atuais, se não o melhor, e assume como secretário da Casa Civil e toda a articulação institucional e política do nosso governado”, disse Doria durante a apresentação dos novos integrantes de seu futuro governo.
Já o vice na chapa de Doria, Rodrigo Garcia (DEM), assumirá as funções da Secretaria de Governo, segundo a assessoria do futuro governador. Garcia, já responsável pela transição, assumirá a articulação de governo. Segundo Doria, Garcia assumirá cumulativamente a secretaria de Governo, que deixará de existir como pasta.
Rodrigo Garcia falou que está conversando com Marcio França sobre como será o processo de transição, mas que França ainda não marcou a primeira reunião. Segundo Garcia, a ideia de Doria é enxugar a máquina pública no campo do meio, focando nos serviço.
“Serão reduzidas, sim, as secretarias, teremos um número menor, mas não sei o número ainda. haverá aglutinação de algumas áreas para maior eficiência e também promover um governo mais enxuto e focado, e isso vai permitir maior eficiência de gestão”, disse Doria.
Doria disse ainda que se reuniu com o atual ministro da Fazenda do governo de Michel Temer, Eduardo Guardia, ao qual Doria chamou de “consultor privilegiado”. Segundo Doria, seu governo vai “manter a política fiscal rigorosa, mantendo as conquistas dos governos Alckmin, Serra e Covas como uma gestão eficiente e no azul, e fortalecer as relações no âmbito federal com o novo governo”, em especial para os segmentos de desestatização, captação de novos investimentos e criação de empregos.
Doria disse que tem falado quase todos os dias com Paulo Guedes, consultor econômico do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para afinar os caminhos do estado e união em relação à economia. “Um dia sim, dia não, falo com Paulo Guedes ao telefone e o ministro tem deixado muito claro sua visão sobre a importância do pacto federativo, que no futuro ele falará para vocês, e nosso entendimento tem sido muito fortalecido pelas visões em relação à economia liberal, uma postura descentralizadora e de captação de investidores internacionais”, disse Doria.
 

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade









 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes

'ESPELHO DA VIDA'


'O TEMPO NÃO PARA'





1