Saúde de Venceslau alerta sobre caso de dengue Sorotipo 2
Saúde de Venceslau alerta sobre caso de dengue Sorotipo 2

 A Secretaria Municipal de Saúde de Presidente Venceslau comunica que o Estado de São Paulo está num período crítico de infestação pelo mosquito aedes aegypti. A situação é causada devido a alterações climáticas, com alto índice de chuva e calor intenso, que facilitam a proliferação do mosquito, que precisa de água parada e calor para se reproduzir. Além desses agravantes, um novo tipo de vírus está circulando, o Sorotipo 2 da dengue, que já foi detectado em Presidente Venceslau, através de exame específico realizado em paciente.
Informa ainda que ações de combate ao mosquito aedes aegypti estão sendo realizadas diariamente, com o bloqueio de criadouro (BCC) em todos os casos suspeitos, e a nebulização em todos os casos confirmados.
Conforme o órgão municipal, o antigo procedimento “fumacê” está proibido pelo Ministério da Saúde desde o ano de 2014, por ter sido comprovado ser pouco eficiente no combate ao aedes aegypti, transmissor da dengue, além de causar danos ambientais, como a eliminação de abelhas e outros insetos benéficos ao homem. 
Neste arrastão, a secretaria menciona que foi retirado um total de 192 caminhões de entulhos. Por isso, pede apoio da população para evitar materiais que acumulem água, que verifique os quintais diariamente, eliminando qualquer foco de criadouro do mosquito.
As ações de eliminação do mosquito só são possíveis quando realizada a notificação do caso suspeito de dengue. Orienta-se quem apresentar febre alta e duas ou mais das manifestações de dores pelo corpo, dor ao redor dos olhos, náuseas, vomito, dor de cabeça e manchas vermelhas pela pele, que procure atendimento médico para avaliação e conduta. 
Até sexta-feira, foram realizadas 140 notificações, 111 coletas de sorologia - exame específico de diagnóstico para dengue, sendo 64 casos confirmados, 17 casos negativos e 30 aguardando resultado.  
“O apoio de toda a população, profissionais da saúde, autoridades, é fundamental para que juntos possamos combater o mosquito aedes aegypti e que se possível evitem lugares neste feriado que possam também estar com uma alta infestação. O apoio e a união de todos são de suma importância, pois somente juntos possamos impedir a proliferação do aedes”, afirma. 
A Vigilância Epidemiológica Municipal está localizada na rua Comandante Antenor Pereira, 10, no Centro de Saúde, e funciona de segunda a sexta-feira, das 07h00 às 17h00 horas, ou pelo telefone 3272-2464, para maiores esclarecimentos e informações. (Com Assessoria)

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade









 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1