Senador Major Olímpio elogia oposição e reitera crítica a ‘pseudoaliados’
Senador Major Olímpio elogia oposição e reitera crítica a ‘pseudoaliados’

O senador Major Olímpio (PSL) reiterou as criticas que fez a membros que compõem a base do governo Bolsonaro, quando os chamou de “pseudoaliados”, em entrevista ao blog do jornalista Josias de Souza, no portal UOL.
No entanto, Olímpio, que esteve nesta sexta-feira (24) em Presidente Venceslau para participar de uma reunião da Unipontal (União dos Municípios do Pontal do Paranapanema), fez elogios à oposição que, segundo ele, vem tendo um comportamento “sem tentar esculhambar o país”, dentro das regras democráticas. 
Na entrevista que concedeu a Josias de Souza, Olímpio citou o DEM, partido que compõe a base do governo. Chegou a afirmar que, “se não quer ajudar a carregar o piano, pelo menos sai de cima, não faz peso”. 
Para Olímpio, os três ministros do DEM – Tereza Cristina (Agricultura), Luiz Henrique Mandetta (Saúde) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil) – deveriam, pelo menos, ajudar a “sensibilizar” os seus correligionários. Na entrevista, Olímpio chegou a afirmar que Onyx não realiza um bom trabalho como articulador político do Planalto. “Como vai dizer que está fazendo uma coordenação política ampla se nem dentro de casa faz a lição?”, indagou.
Outra crítica de Olímpio é dirigida ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ). Insinuou que Maia torna as coisas mais difíceis só para fazer pose de benfeitor do governo. Para o senador venceslauense, Maia “poderia muitas vezes antecipar circunstâncias, mas deixa quebrar o pau para depois vir como salvador”.
Olímpio chamou atenção para esses congressistas que “fazem jogo duplo” a terem postura de aliados “pelo bem do Brasil”. 
Manifestação de domingo
O senador falou também sobre a manifestação programada para este domingo, 26, em defesa do governo Bolsonaro. Disse que fez mais de 300 gravações para informar a população sobre a proposta da manifestação, que é defender as ações do governo no combate à corrupção e também nas demandas que o país tem para seu desenvolvimento.
Sobre a reforma da previdência que tramita na Câmara, disse acreditar que passará. “A água está batendo no umbigo faz tempo, estamos a beira de um colapso e faltará recursos para as despesas do amanhã”, afirmou.
Pelo seu prognóstico, a matéria deverá chegar no senado em agosto para ser votada. A expectativa é que até setembro o texto seja aprovado para sanção presidencial.
Em Londres
Olímpio fez questão de dizer que esteve dias atrás em Londres, acompanhando o ministro da Economia, Paulo Guedes, num encontro com investidores. “Estive com Paulo Guedes em Londres e ouvi a disponibilidade de grande investimento no país, aguardando apenas a reforma previdenciária”, falou.
Unipontal
Convidado de honra para reunião da Unipontal, Olimpio se mostrou feliz por esse momento que está vivendo, quando é recebido por prefeitos da região do Pontal e tem a oportunidade de ouvir suas demandas.
Como Senador da República, lembrou de suas raízes na região Oeste do Estado de São Paulo, notadamente Presidente Venceslau, sua terra natal. Apresentou o deputado Coronel Tadeu (PSL) como interlocutor para as demandas dos prefeitos, que anunciaria na reunião envio de ônibus escolares e incentivo para o turismo, entre outros benefícios.    

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade










 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1