Lucimara Dias pede municipalização de trecho do prolongamento da avenida Princesa Isabel
Lucimara Dias pede municipalização de trecho do prolongamento da avenida Princesa Isabel

A vereadora e presidente da Câmara de Presidente Venceslau, Lucimara Dias (PV), fez indicação para que o setor competente do município tome providências “necessárias e urgentes” para municipalizar um trecho do prolongamento da avenida Princesa Isabel.
O trecho em questão está sob jurisdição do DER (Departamento Estadual de Rodagem). Compreende o início do prolongamento da avenida, em frente ao Campo do Corinthians, até a rotatória “João Rondó Filho”.
De acordo com a vereadora, neste trecho, que se constitui área urbana, a Polícia Rodoviária vem realizando multas aos condutores por estarem com faróis apagados durante o dia.
Auditoria 
Lucimara é autora do requerimento apresentado na sessão desta segunda-feira, 17, que pede informações ao Executivo sobre auditoria anunciada pelo prefeito Jorge Duran a respeito das obras da pista de caminhada.
Na semana passada, Duran anunciou auditoria sobre o convênio assinado com o Ministério dos Esportes, que contemplou a construção da pista de caminhada e também da climatização e troca de filtros da piscina olímpica do complexo esportivo “José Francisco Abegão”.
Em circular interna, Duran balizou os procedimentos que devem ser adotados pela Secretaria Municipal de Planejamento que, em conjunto com a equipe de engenharia da CAIXA, promova análise minuciosa dos procedimentos do contrato, assinado com a empreiteira Tucano’s, vencedora da licitação.
Ressalta-se que o convênio passou a ser questionado em diversos pontos, o que motivou o pedido de auditoria.
Na sexta-feira, Lucimara anunciou, nas redes sociais, que pretende fazer uma audiência pública na Câmara para dirimir dúvidas sobre questões relativas às obras da pista de caminhada. A vereadora disse que a audiência seria realizada com anuência da CAIXA e após a conclusão da auditoria do prefeito Duran.
No requerimento que apresentou na Câmara e que seria votado na sessão desta segunda-feira, Lucimara questiona o custo, quem realizará este trabalho e qual a finalidade desta auditoria.  

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade










 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1