Quem será o novo prefeito?
Quem será o novo prefeito?

Ninguém tem “bola de cristal”.
Mas as especulações são inevitáveis e inerentes ao período pré-eleitoral que começa.
Em todos os municípios as atenções e perguntas se fazem presentes, na curiosidade do eleitor e na vontade dos políticos.
Muita gente finge indiferença ao tocar no assunto “política”.
É comum a frase - “não me interessa - político não presta, não estou nem aí - nem tenho vontade de votar”.
Mas somente estas manifestações trazem na subjetividade de quem as pronunciam de que as pessoas se importam, e muito com a política.
Tem razão quando revelam, desilusão, descrença, indignação e revolta com as notícias geradas pela classe política.
Mas o homem é um ser social e, consequentemente, afetado pela ação dos que detém o poder.
São eles que fazem leis, projetos, ações e influenciam na vida de cada cidadão.
Não podemos ignorar esta verdade, sob a possibilidade de sermos chamados de hipócritas, por fingir não acreditar, ou omissos por não participar.                                
Mesmo anulando o voto ou votando em branco estamos participando, porque o voto é obrigatório até os 70 anos, e muita gente depois desta idade também vai votar espontaneamente.
Quem será o novo prefeito?
Ninguém pode dizer que sabe, mas que vai acompanhar com interesse e opiniões quando os postulantes começarem a aparecer, como já está acontecendo
Daí vem a brincadeira quando do canto do “parabéns a você” dos  aniversários:
- Com quem será...com quem será?  Que o município vai casar...?
Duvidamos que haverá a tão propalada indiferença, quando os nomes surgirem pra valer.
(*) O autor é jornalista, produtor rural e colaborador do Tribuna Livre

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade










 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1