Sincomércio apoia projeto ‘Juntos pela Vida’
Sincomércio apoia projeto ‘Juntos pela Vida’

Neste mês de setembro, por ocasião do Setembro Amarelo, que previne e conscientiza sobre a depressão e o suicídio, o Sincomércio do Pontal do Paranapanema está apoiando o projeto “Juntos pela Vida”.
Uma das ações do projeto será a realização de um seminário, no próximo dia 26, a partir das 19h30, no anfiteatro da Fapreve (Faculdade Presidente Venceslau). 
Na ocasião, a pastora Nangle Pizzo, uma das organizadoras do projeto, estará abordando o tema “Ideação suicida, depressão, seus sintomas e como essa doença silenciosa pode se esconder atrás de um belo sorriso destruindo pessoas”.
O seminário contará ainda com palestra da psicóloga Joselene Alvin, que abordará o tema: “O suicídio na adolescência e como o aumento da tecnologia tem contribuído para este fato”.
O seminário é gratuito e aberto ao público. O acesso é um quilo de alimento não perecível, cuja arrecadação será destinada na totalidade para o Lar Aconchego.
O presidente do Sincomércio, Guido Denippotti, destacou a relevância do projeto. “Nosso trabalho não tem apenas a prorrogativa de cuidar de questões relativas à convenção coletiva de trabalho, mas também no apoio a todas as causas sociais. Nesse sentido, estamos convocando nossos empresários e os trabalhadores no comércio para que apoiem o projeto ‘Juntos pela Vida”, participando do seminário e também vestindo a camiseta da campanha ‘Setembro Amarelo’”, afirmou.
Sobre o tema da campanha, Guido lembrou que hoje “há uma situação clara que precisamos combater o suicídio e a depressão”. “Contamos com a colaboração do comércio para se juntar a esta causa”, completou.
De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a cada 40 segundos, uma pessoa comete suicídio no mundo. Ainda de acordo com OMS, até 2020, este problema será um caso de saúde pública.
Estima-se que mais de 300 milhões de pessoas sofrem com a doença da depressão. Apesar dos avanços em estudos clínicos e debates na mídia, a depressão ainda é tratada como tabu, por isso a importância do movimento “Setembro Amarelo”. (Com Assessoria)

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade










 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1