Delegados apresentam propostas de modernização da Polícia Civil
Delegados apresentam propostas de modernização da Polícia Civil


A Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Paulo (Adpesp) e o Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) entregaram um documento com dez propostas de modernização da Polícia Civil ao secretário de Estado de Segurança Pública, general Camilo Pires de Oliveira, em reunião intermediada pela deputada estadual Márcia Lia, no final de agosto, em São Paulo.
A comitiva foi composta pela delegada Raquel Kobashi Gallinati, presidente do Sindpesp, e pelos delegados Gustavo Galvão Bueno e Fernando Davie de Mello Gonçalves, representantes da Adpesp, que formalizaram a apresentação do documento em nome das entidades e da categoria em todo o Estado de São Paulo.
“Temos conversado com a categoria via associação e sindicato há alguns meses, discutindo melhorias para o trabalho da Polícia Civil, que tem sofrido muito com a não reposição de servidores afastados ou aposentados e também com o sucateamento de toda a estrutura de trabalho, precária há anos. É preciso dar atenção para o setor para não comprometermos ainda mais a segurança pública em São Paulo”, afirmou Márcia Lia.
Na proposta de melhorias para a categoria, os delegados apontam a criação de um fundo alimentado pelos objetos ilícitos recuperados nas ocorrências; eficiência na comunicação do sistema de inquérito eletrônico; especialização dos servidores que atuam no atendimento das ocorrências e nas atividades-meio; ampliação do setor de combate aos crimes de corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro (Secolds) para todas as delegacias seccionais;  descentralização da investigação dos crimes de corrupção; instalação de laboratório de Lavagem de Dinheiro na Corregedoria Geral da Polícia Civil; reengenharia dos Departamentos da Polícia Judiciária; nova sistemática de Atendimento ao Público e Composição de Delegacias Territoriais; oferta de mestrado profissional na Academia de Polícia “Dr. Coriolano Nogueira Cobra” e mais atenção aos cursos relacionados à gestão pública; e elaboração de nova Lei Orgânica para a Polícia Civil.
 O secretário general Camilo Pires disse que já tinha conhecimento das propostas da categoria e que iria analisar o documento para tomar “algumas medidas” requeridas.
Os representantes da categoria agradeceram o empenho e a atenção da deputada para marcar a agenda com o secretário e acompanhá-los na reunião, mediando nos momentos de divergência entre as entidades e o Governo do Estado. 

Compartilhar Google+


Comentário(s)

Publicidade










 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1