Victor Rebollo, da Migo, explica tecnologia usada para dispor internet segura e rápida
Victor Rebollo, da Migo, explica tecnologia usada para dispor internet segura e rápida

 

Em entrevista ao Tribuna Livre, Victor Hugo R. Moura, sócio-proprietário da Migo Provedora de Internet, recém inaugurada, explica  a tecnologia é utilizada para prestar atendimento rápido e seguro de conexão na web (rede mundial de computadores), e os motivos que levaram a empresa a escolher Presidente Venceslau.
A Migo foi criada em 2006, na cidade de Clementina, região de Araçatuba, e hoje está presente em vários municípios paulistas, entre os quais, Osvaldo Cruz, Tupã, Piacatu, Parapuã, Bastos, Rinópolis, Gabriel Monteiro, Braúna, Luiziânia, entre outros.
Para se estabelecer num mercado bastante concorrido, a Migo implantou a melhor e mais moderna tecnologia para conexão à Internet, com uso de fibra óptica e equipamentos de última geração.
Confira a entrevista abaixo:
TL – O que diferencia a Migo na prestação de serviço de conexão na web?
Victor – Nova tecnologia, mais aprimorada, com conexão mais estável, mais segura, modem  integrado com Wifi de 2,4Ghz e 5Ghz, e temos ainda IPv6 nativo na rede, considerada hoje a versão mais recente de endereços para comunicação entre os computadores.
TL – Explique para nosso leitor é que o IPv6 e como ele funciona na web?
Victor – É um endereçamento onde todos os dispositivos da casa do cliente estão conectados diretamente na Internet. Ou seja, a internet enxerga os dispositivos e os dispositivos enxergam a internet, o que nós chamamos de IoT, Internet das coisas.
TL – No caso da Migo, hoje atuando em várias cidades paulistas, qual a garantia para o internauta de que terá uma internet mais segura e estável?
Victor – Pela nossa experiência, pois temos hoje uma equipe especializada e utilizamos a melhor tecnologia existente no mercado. Todas as nossas redes de conexão são protegidas. Isso significa dizer que, se alguns dos nossos links falharem, vai ter outro link para suprir em questão de segundos. Temos um monitoramento pró-ativo, que antecipa o surgimento de problema de qualquer natureza e avisa nossos técnicos para solução imediata.  Temos vários sistemas inteligentes, trabalhamos com Big Data e com inteligência artificial, para poder identificar problemas na rede antes que eles aconteçam.
TL – A Migo utiliza rede própria?
Victor – Sim. Temos rede própria e várias saídas para a Internet. Nossa rede está interligada em todas as cidades que atuamos, incluindo Presidente Venceslau.
TL – Como foi desenvolvido o trabalho da Migo para se instalar em Presidente Venceslau?
Victor – No começo foi bem complicado. Foi uma das cidades em que mais demoramos para implantar Internet. Geralmente uma cidade do porte de Venceslau se gasta de 30 a 40 dias. No caso de Venceslau enfrentamos problemas burocráticos que atrasaram nosso serviço. Hoje apenas os bairros Vencesville, Morada do Sol/Santa Paula e o Residencial da Faive ainda não contam com instalação de nossa fibra óptica, além da área rural.
TL – Em Venceslau, qual o tempo para instalação de fibra óptica para um cliente?
Victor – Aqui em Venceslau o prazo de instalação ainda demanda um pouco mais tempo por conta das equipes que estamos contratando, uma vez que elas estão se adaptando a nossa política de segurança, que é diferente de outras provedoras. Levamos muito a sério nossa política de segurança e qualidade na instalação. O técnico só sai da casa do cliente se todos os testes tiverem excelentes. Temos duas equipes técnicas atuando em Venceslau e outras 22 equipes na nossa rede que dão suporte quando necessário.
TL – Como funciona a rede da Migo em Venceslau?
Victor – A rede em Venceslau é completamente independente da rede central de Clementina, mas interligada. Se acontecer qualquer problema na nossa rede em Clementina ou nas outras cidades que temos redes, como Tupã e Osvaldo Cruz, se uma delas parar, a outra entra em ação. A rede em Venceslau é própria e, caso aconteça algum problema por aqui, as outras entram em ação. Trabalhamos com redes independentes, mas conectadas.
TL – Como você projeta o futuro da Internet no Brasil?
Victor – De alguns anos para cá, o Brasil melhorou muito nos serviços de Internet. Estive recentemente no Panamá para participar da Lacnic-32, que é um encontro de operadores de Internet e conteúdo da América Latina e Caribe, e lá conversei com japoneses, coreanos e americanos, que elogiaram muito o Brasil pelo crescimento da qualidade de serviço na Internet. Mas esse crescimento se deu, sobretudo, por conta das provedoras menores, independentes, como a Migo, que optaram em investir na cidade e não nos grandes centros, que buscam clientela ao invés da qualidade do serviço que presta. As pequenas operadoras foram responsáveis para que o Brasil melhorasse muito no serviço de Internet, com tendência de crescer ainda mais, porque há um investimento maior nas pessoas e nas cidades, diferente das grandes operadoras que não possuem atendimento personalizado e direto com o cliente. Nas grandes operadoras, quando há um problema, você entra em contato para resolver e a ligação cai em outro estado, demora e não tem uma resposta imediata e solução. Nós estamos aqui em Venceslau, estamos na loja, presente em todos os lugares da cidade através de nossas equipes técnicas. Estamos conectando pessoas. Não somos uma empresa apenas para angariar fins. Nosso foco é qualidade, tanto que escolhemos Presidente Venceslau pelo mercado que podemos abranger, inclusive, se necessário, reduzindo a demanda para manter qualidade do nosso serviço. Nosso foco é atender uma quantidade determinada de cliente e, assim, manter um atendimento de qualidade, seguro e rápido.

Compartilhar Google+


Comentário(s)

1