QUE HISTÓRIA É ESSA? - Eu, você e Mariana
QUE HISTÓRIA É ESSA?  - Eu, você e Mariana

Mariana era virgem e foi estuprada. Mariana foi à balada e foi estuprada. Mariana é blogueira e foi estuprada. Mariana postou fotos no instagram e foi estuprada. Mariana fez B.O e foi estuprada. Mariana foi à justiça e foi estuprada. Mariana aparece no vídeo e foi estuprada. Mariana bebeu e foi estuprada. Mariana implorou respeito ao juiz e foi estuprada. Mariana se desesperou e foi estuprada.
Mariana sou eu, você, sua irmã e sua filha. É a menina encoxada no ônibus. A garota assediada pelo professor. A paciente abusada pelo médico.
Mariana é você cruzando a rua para não ouvir a cantada. São os corpos violados nos comentários da internet. É a foto sensual dizendo que ela é puta. É o vestido curto que pede por estupro. É o sexo não consentido, mas justificado. É a transa forçada pelo marido.
Mariana é a cara de um país machista e moralista, que mata uma mulher a cada duas horas. Que desafia as leis e cria uma nova modalidade de crime: o estupro culposo. Que criminaliza a vítima. Que faz com que elas se calem diante da violência para não ter de revivê-la na delegacia.
O Brasil é a cara de André de Camargo Aranha, de Robinho, de Roger Abdelmassih, de Cláudio Gastão da Rosa filho, de João de Deus.
É a cara de um julgamento onde três profissionais acuam e agridem uma garota. De um processo marcado pela troca de delegados e de promotores, pelo sumiço de imagens e pela mudança de versão do acusado.
A partir de agora, quando Mariana, você eu sairmos de casa, teremos um motivo a mais para nos preocupar. Será que deixamos bem claro para o estuprador que ele está cometendo um crime? Será que ele percebeu que você está impossibilitada de reagir? Ou não está nem aí porque você está bêbada e, portanto, bem que merece.
Vai que ele esteja te estuprando sem querer?



Comentário(s)

1