Novo estudo sugere que imunidade ao coronavírus pode durar anos
Novo estudo sugere que imunidade ao coronavírus pode durar anos

Um novo estudo conduzido recentemente mostra que a imunidade ao coronavírus  é duradoura entre os pacientes que já contraíram a doença. O material, elaborado pelo Instituto de Imunologia La Jolla, localizado na Califórnia, foi publicado nesta quarta-feira, 18, pelo New York Times e mostra que pacientes têm células capazes de combater a covid-19 oito meses após a infecção. Segundo os pesquisadores, a lenta perda de imunidade pode sugerir que as defesas no organismo podem durar anos ou até mesmo décadas.

A pandemia mostrou que a inovação será cada dia mais decisiva para seu negócio. Encurte caminhos, e vá direto ao ponto com o curso Inovação na Prática

A pesquisa foi publicada online e ainda precisa de revisão de pares ou de publicação em jornais científicos. Mesmo assim, se destaca como o estudo mais abrangente já conduzido a respeito da imunidade ao coronavírus até hoje.



Comentário(s)

1