Bárbara dá início a transição e deve anunciar em breve equipe de governo
Bárbara dá início a transição e deve anunciar em breve equipe de governo

Em entrevista exclusiva nesta quarta-feira, 18, para o Tribuna Livre, a prefeita eleita de Presidente Venceslau, Bárbara Medeiros Vilches, afirmou que deu início a transição de governo. “Liguei terça-feira para o prefeito Duran para me apresentar como a prefeita eleita e marquei para hoje [ontem] para dar início a transição”.

Na entrevista, Bárbara também fala sobre como será sua relação com a Câmara Municipal, escolha da equipe que irá governar e expectativa por ser a primeira mulher a governar o município.

Confira abaixo a entrevista na integra:

Tribuna Livre – Que fator a senhora considera que foi muito importante para ganhar as eleições em Presidente Venceslau?

Bárbara – O desejo de mudança que a população vinha sentindo, de querer não apenas um nome novo, mas, sobretudo, a maneira com o candidato escolheu fazer a campanha e o que ele tinha de proposta para a cidade. Nosso diferencial era esse, porque nós não somos pessoas da política, nunca tinha sido candidata e nem envolvimento em partido político nenhum. Acho que minha eleição veio de encontro com o desejo da população. Não fiz conchavo. Não fiz troca e serei livre politicamente falando para fazer o melhor por Presidente Venceslau.

Tribuna Livre – A senhora teve pouco mais de 30% dos votos válidos, isso significa que 70% do eleitor venceslauense não votaram na sua candidatura. Isso te preocupa?

Bárbara Vilches – Não me preocupa nem um pouco. Prefiro olhar por outro ângulo. Esses 70% têm os que não votaram, brancos e nulos, ainda que foram muitos. Quando começou abrir a apuração mostrou que perdi em apenas quatro urnas, mas ganhei em todas as escolas e com um número sempre expressivo.

Tribuna Livre – A senhora já tem sua equipe de transição e quando dará início a ela junto ao governo Duran?

Bárbara – Liguei nesta terça-feira pela manhã para o prefeito Duran para me apresentar com prefeita eleita e marcamos para hoje [ontem] o início da transição. Nomeei uma comissão voluntária para pegar as primeiras informações da administração.

Tribuna Livre – A senhora já definiu nomes de sua equipe de governo? Se não, quando pretende anunciar?

Bárbara -  Nessa semana já estou buscando alguns nomes e falando com algumas pessoas do meu contato. Vamos escolher uma equipe técnica, pessoas capacitadas por empatia no local de atuação. Pretendo nomear a equipe o mais rápido possível e mostrar para a população quem são essas pessoas, porque assim a população vai confiar ainda mais em mim e ver que tudo aquilo que falei na campanha vai acontecer.

Tribuna Livre – Seu partido, o PV, fez apenas um vereador na Câmara. Isso te preocupa?

Bárbara – Não me preocupa, até porque tivemos uma renovação na Câmara e uma renovação de campanha, que nestas eleições foi diferente. Vimos que todos os candidatos falavam que estavam candidatos por Presidente Venceslau e não por seu grupo político. Não vejo motivo de fazer oposição para a Bárbara se a Bárbara estiver fazendo a coisa certa. Creio que tudo mundo vai fazer por Presidente Venceslau e não pela Bárbara. Já fiz contato com quase todos os vereadores eleitos, faltam alguns que ainda não consegui encontrar. É o que eu sempre digo: tem que estar juntos por Presidente Venceslau.

Tribuna Livre – Qual será seu primeiro ato como prefeita?

Bárbara – Descer o gabinete [o gabinete do prefeito Duran fica no piso superior do Paço Municipal].

Tribuna Livre – Qual a sua expectativa para assumir o cargo de prefeita?

Bárbara – Estou com o pé no chão, nem eufórica, nem cheia de preocupação de tudo que está por vir. É ter clareza de quais são os nossos objetivos, ter muito discernimento da escolha da equipe de governo para fazer o melhor trabalho por Presidente Venceslau, com a maior transparência. Foi assim desde o início da campanha e será assim até o último dia do meu mandato.



Comentário(s)

1