Conheça os benefícios da Ozonioterapia
Conheça os benefícios da Ozonioterapia

Já ouviu falar no tratamento com ozônio? A inovadora técnica de saúde, também conhecida como “Ozonioterapia”, pode trazer efeitos positivos complementares aos métodos médicos tradicionais, atuando principalmente contra condições crônicas. Vamos conhecer seus benefícios?

Primeiramente vamos entender o que é Ozônio!

O Ozônio é um gás composto por 3 átomos de oxigênio que tem importantes propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e anti-sépticas, além de ter um efeito de melhora da oxigenação dos tecidos, assim como fortalecimento do sistema imune. Além da sua forma encontrada na natureza, ele também pode ser produzido por geradores com a utilização do oxigênio e uma descarga elétrica.

A Ozonioterapia é uma terapia que tem como base a utilização da mistura gasosa do oxigênio e ozônio em sua forma pura.

Quais são as indicações desse tipo de terapia?

Considerando suas propriedades, o tratamento com Ozônio é indicado principalmente para doenças e incômodos crônicos, a exemplo de artrite reumatoide, cicatrização deficiente, dores corporais e enfermidades autoimunes.

A terapia, no entanto, possui aplicações bastante versáteis. Como interrompe processos destrutivos no organismo (tal qual a proliferação de bactérias em caso de infecção e o crescimento de tumores), é possível aplicá-la para tratar uma ampla gama de questões de saúde. Confira as principais indicações:

- Melhora da circulação;

- Anti-inflamatório e analgésico;

- Mata vírus, fungos e bactérias;

- Melhora a oxigenação dos tecidos;

- Rejuvenescedor celular;

- Efeito antioxidante;

- Aumenta o metabolismo (emagrecimento).

O Ozônio pode ser aplicado em mais de 250 patologias. Ele trata:

- feridas de origem arterial, vascular ou venosa, úlceras diabéticas;

- doenças virais como hepatite e herpes;

- diversos problemas circulatórios;

- hérnia de disco, profusão discal e dores lombares;

- dores articulares decorrentes de inflamações crônicas;

- doenças autoimunes, como esclerose múltipla, lúpus;

- doenças neurológicas como autismo, Parkinson e Alzheimer;

- doenças dermatológicas, alopecia, melasma, psoríase, acne;

- doenças reumatológicas: fibromialgia, artrites;

- disfunções estéticas: celulite, gordura localizada, estrias, flacidez corporal e facial, rugas e marcas de expressão, terapia capilar.

Ozônio não é um remédio e sim um agente condicionador que ativa um sistema de sinalização que ajuda nosso corpo a curar por conta própria.

Agende um horário e conheça essa fantástica técnica!

Fonte: Dra. Vanessa Sakurai - Fisioterapeuta



Comentário(s)

1