Venceslauense Lucas Soriano lança quatro composições no formato EP
Venceslauense Lucas Soriano lança quatro composições no formato EP

Filho do casal Aldir e Aimara Soriano, o venceslauense Lucas Soriano, 20 anos, lançou recentemente seu primeiro EP (formato mais curto, com poucas gravações). Intitulado “Peace of mind”, o EP está disponível nas plataformas de streaming, com quatro canções, todas autorais, que compartilham de uma mesma temática – a busca de todos pela paz de espírito – como uma forma de afastar as turbulências da mente e do coração.
Em entrevista ao jornal “O Imparcial”, Lucas relata que sempre foi uma pessoa musical, inclusive chegou a fazer algumas aulas de teclado quando era criança. Mas foi apenas em 2017 que se apaixonou pela música e decidiu aprender tocar violão. Desde então, o instrumento se tornou um dos seus maiores parceiros no cotidiano musical, juntamente com a guitarra e o piano. “[Eu] sigo dia a dia me fascinando com o universo musical”, afirma.
Outra paixão que Lucas carrega é quanto à composição. Ele relembra que escrever é uma atividade que o agrada bastante desde pequeno, e ressalta a importância de se pensar no poder de uma obra literária ao transmitir ideias, sentimentos e sensações. “Acontece que uma canção, ao contrário de um texto, não se limita aos recursos das palavras, mas também é capaz de gerar sensações através da melodia e da harmonia. É por isso que eu adoro compor”, frisa.
Diz que quando escreve uma música está preocupado em dizer alguma coisa não só pela letra, mas também pelas notas. Outro ponto a se mencionar, segundo Lucas, é que quando ele está compondo não se preocupa demais com o gênero da música, por exemplo. “Me concentro em desenvolver algo que eu realmente goste e que outros possam potencialmente gostar. Mas, acho que algumas influências são claras no meu trabalho, como o rock dos anos 60 e 70 e um pouco de indie/folk”, afirma.
Para a produção do EP, Lucas contou com a ajuda de alguns profissionais, como o seu professor de música, Daniel Mautone Perla, que participou tocando o piano e fazendo os backing vocals; na bateria, o apoio do músico Rafael Martins; e no baixo, Tom Azuos que. juntamente com o Edgar Gomes, dirige o Estúdio Algar, onde as músicas foram gravadas. 
“É a realização de um sonho que eu tinha há algum tempo. Espero que as minhas músicas possam chegar às pessoas e trazer sensações positivas e, quem sabe, com um pouco de sorte, inspirar algumas delas”, diz.
Além da música, Lucas se dedica aos estudos, em São Paulo, onde cursa Direito no Mackenzie.
SERVIÇO
O trabalho de Lucas Soriano pode ser conferido no Intagram @soriano_music 
(Com O Imparcial)



Comentário(s)

1