Rodovias têm "Dia D" no combate à dengue
Rodovias têm

Em alinhamento com a ARTESP – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo, a Eixo SP Concessionária de Rodovias dará foco ao combate à dengue nesta quarta-feira, dia 3, com seu efetivo de Conserva nas quatro regionais que compõem o trecho sob sua gestão. O objetivo é intensificar as ações diárias de limpeza e manutenção da faixa de domínio, eixo principal e vias de acesso, no controle e neutralização de focos de proliferação do mosquito vetor da dengue, o Aedes aegypti.  

Durante todo o dia, será feita a coleta de lixo na área de abrangência que segue a partir de São Carlos, na região central, até Panorama, no extremo oeste, divisa com o Mato Grosso do Sul.   

“Para eliminar água parada, a Eixo SP faz também, rotineiramente, a capina e roçada da faixa de domínio, além da manutenção e desobstrução do sistema de drenagem. Estes serviços ganham reforço neste dia, em apoio a esta causa em benefício da saúde da população. É fundamental o apoio dos municípios na coleta e destinação adequada do lixo urbano de seus munícipes”, afirma Pedro Nogueira, gestor da Conservação da Eixo SP. 

Nos corredores administrados pela Eixo SP, principalmente nas proximidades dos trechos urbanos, é comum o recolhimento diário de material dispersado indiscriminadamente por usuários e comunidades lindeiras. São latas e garrafas de plástico de bebida, embalagens de papel, lixo orgânico, até restos de pneus. Em sua extensão, a Concessionária mantém 32 bases do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAUs) com lixeiras para o descarte de restos inservíveis ou material reciclável.  

 

Sobre a Eixo SP

A Eixo SP Concessionária de Rodovias administra o lote Pipa (Piracicaba-Panorama), malha com mais de 1.273 km de estradas que passam por 62 municípios da região de Rio Claro, no centro do Estado, até Panorama, no extremo oeste, na divisa com o Mato Grosso do Sul. O maior contrato sob supervisão da Artesp – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo, terá investimentos na ordem de R$ 14 bilhões em obras de ampliação, conservação, além da modernização de serviços ao usuário. Mais informações acesse: www.eixosp.com.br



Comentário(s)

1