Dupla é autuada em R$ 137 mil por caça de animal silvestre
Dupla é autuada em R$ 137 mil por caça de animal silvestre

Dois homens foram autuados em R$ 137 mil por caça de animal silvestre nativo. Os acusados foram abordados na madrugada de hoje, após serem flagrados pela Polícia Militar Ambiental às margens do Rio Paraná, em Paulicéia

Tudo começou durante patrulhamento militar na zona rural, no final da noite de ontem. De acordo com a 3ª Companhia de Policiamento Ambiental, a equipe visualizou fachos de luz e ouviu barulho de motor de popa no local, mais precisamente perto da Ilha Tibiriçá. 

Devido à suspeita de possível crime ambiental, os policiais se posicionaram em lugar estratégico.

Cerca de 2 horas e 30 minutos depois, viram quando um carro saiu da área de embarque e desembarque do loteamento, o que resultou na abordagem. Conforme a polícia, o motorista ainda acelerou o veículo na tentativa de fuga, mas foi contido. Dentro do automóvel estavam dois homens, de 31 e 46 anos.

Durante a busca veicular, os militares localizaram e apreenderam duas armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 20 e uma carabina puma calibre 38, com 18 cartuchos. No porta-malas havia um motor de popa, uma lâmpada, bateria, machadinha e diversas facas. 

Também foram apreendidos sacos plásticos que continham aproximadamente 137 kg de carne picada de capivara.

Depois do flagrante, os homens foram presos e conduzidos ao plantão da Polícia Civil pelo crime ambiental e porte ilegal de arma de fogo. Os infratores permaneceram detidos, sem direito ao pagamento de fiança, e ainda foram autuados em R$ 68,5 mil cada um por matarem animal da fauna silvestre nativa. 

Conforme o policiamento ambiental, os petrechos utilizados foram apreendidos, e a carne destinada ao aterro sanitário, por estar imprópria para consumo humano.

 



Comentário(s)

1