Ruth de Souza, campeã mundial de basquete, morre de Covid aos 52 anos
Ruth de Souza, campeã mundial de basquete, morre de Covid aos 52 anos

A campeã mundial de basquete, Ruth de Souza morreu na manhã desta terça-feira. Aos 52 anos, a ex-jogadora foi vítima das complicações da Covid-19. Ela estava internda desde o fim de março em uma UTI na cidade de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul.

Ruth estava com 70% dos pulmões comprometidos quando foi internada, mas estava com a diabetes controlada e com os rins funcionando perfeitamente, segunda sua família. O quadro clínico piorou no dia 2 de abril e ela precisou ser intubada.

Rutão, como a pivô ficou conhecida, era técnica da equipe de sua cidade natal. Ela disputou os Jogos Pan-Americanos de Havana, a Olimpíada de Barcelona e foi campeã mundial com a seleção brasileira em 1994. Depois das conquistas, retornou para a Três Lagoas.

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) lamentou a morte de Ruth e afirmou que o basquete nacional está em luto. A entidade fez uma homenagem à ex-jogadora em suas redes sociais. (Com GE)



Comentário(s)

1