PREFÁCIO

 “Rosa da Meia Noite” não é tão somente um romance escrito por Arlinda Garcia de Oliveira Marques. É muito mais que isso. Nesta obra, escrita há pouco mais de duas décadas, a autora foi capaz de vislumbrar temas que até hoje estão em evidência na mídia e preocupando a sociedade.

Arlindinha – meu amor e amizade por ela – me permitem chamá-la assim, superou todas as minhas expectativas como leitora e como editora. A narrativa não rebuscada provoca o leitor do início ao fim. Impossível ler apenas uma página e não querer continuar a leitura. 

A autora desperta a curiosidade do leitor, exige uma reflexão sobre os temas propostos e ainda, como em todos os seus livros, transmite uma mensagem de amor. Rosa, menina bela como a flor e batalhadora, enfrenta as dificuldades do cotidiano com sabedoria e perseverança. Os temas desigualdade social, estupro de vulnerável, assedio moral, prostituição de menores e drogas na juventude são alguns dos temperos deste livro.

Rosa não se faz de vítima, apesar de sofrer e de passar por momentos bem espinhosos. Ao contrário. Os infortúnios tornam a personagem cada dia mais forte, mais experiente e o desfecho vai nos dando uma lição de como lidar com as intempéries da vida.

Arlindinha, com seu talento de boa romancista, consegue causar no leitor, todas as emoções possíveis. Ora sentimos pena da personagem, ora sentimos raiva, piedade, dó e diante dos acontecimentos vai despertando no leitor o sentimento de justiça. 

A obra também enfoca a desvalorização da empregada doméstica na época em que o romance foi escrito. Narra situações de submissão feminina, de violência contra a mulher e a falta de punição por precariedade na lei. É, pois, um livro cuja leitura é indispensável nos dias atuais.

Emocionada com o privilégio de editar o terceiro romance de Arlinda Garcia de Oliveira Marques e de ainda fazer o prefácio, desejo ao leitor um momento de deleite, de verdadeiro encontro com os prazeres que a leitura pode nos proporcionar.

“Rosa da Meia Noite” já é, para mim, um livro de sucesso.

Obrigada Arlidinha pelo carinho de sempre, pela confiança e pela amizade que nos une.

Compartilhar Google+


Comentário(s)

1