Idosa cai em golpe ao entregar cartão bancário a estelionatário

Uma mulher, de 75 anos, foi vítima de golpe, em Presidente Prudente, ao fornecer o seu cartão bancário a um estelionatário que se passou por policial. No total, o prejuízo passou de R$ 8 mil.
O caso foi registrado na tarde desta terça-feira (3), na Delegacia Participativa da Polícia Civil.
A vítima contou que na noite da segunda-feira (2) recebeu uma ligação de uma mulher que dizia ser da central de proteção ao cliente do banco do qual é correntista. A golpista queria confirmar se a vítima havia feito uma compra no valor de R$ 2,5 mil em um hipermercado.
A vítima respondeu que não, mesmo assim a golpista disse que o cartão tinha sido clonado e que enviaria um “policial” para pegar o cartão e senha para “investigar” onde haviam sido realizadas outras compras.
Conforme o Boletim de Ocorrência, a idosa forneceu sua senha à estelionatária pelo próprio telefonema.
Segundo a vítima, um rapaz foi até a sua residência para pedir cartão, dizendo que “era da polícia” e que estava ali a mando do banco.
Com isso, a idosa entregou ao “policial” o seu cartão bancário.
Na manhã desta terça-feira (3), a idosa recebeu um telefonema da central de atendimento ao cliente do banco em que possui conta para confirmar se ela havia autorizado uma transferência no valor de R$ 10 mil.
A idosa respondeu que não, ocasião em que foi informada pelo banco de que havia sido vítima de um golpe. Com isso, a transferência foi impedida pelo banco. A conta da vítima foi bloqueada para evitar novas operações.
A idosa compareceu nesta terça-feira (3) à agência bancária e, através de um extrato de sua conta, tomou conhecimento de que os golpistas já haviam realizado com seu cartão compras em diferentes estabelecimentos comerciais de Prudente.
Além disso, os estelionatários ainda efetuaram dois saques, em um terminal de autoatendimento, nos valores de R$ 1,5 mil e R$ 500,00.
Já na manhã desta terça-feira (3) foi realizada com o cartão da idosa uma outra compra no valor de R$ 3 mil.
O caso é investigado pela Polícia Civil. (Com G1)


Publicidade










 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1