Boi: baixa oferta mantém cotações firmes em setembro

Os levantamentos realizados pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) mostram que os preços da arroba do boi gordo estão firmes neste início de setembro, seguindo o movimento observado ao longo de agosto. O indicador do boi gordo ESALQ/B3 acumulou alta em agosto de 2,78%, fechando a R$ 157,05 no dia 31.
Segundo os pesquisadores do Cepea, os valores têm sido sustentados pela baixa oferta de animais prontos para abate neste período de entressafra e pelo bom desempenho das exportações nacionais, tendo em vista que a demanda doméstica continua arrefecida.
Em agosto, o valor médio do Indicador ESALQ/B3 do boi gordo foi de R$ 154,41, sendo 0,84% acima do de julho e 1,7% superior ao de agosto do ano passado, em termos reais (os valores foram atualizados pelo IGP-DI).
Exportações em 2019
As exportações brasileiras de carne bovina em 2019 devem crescer 3,9% ante o ano anterior e bater recorde, de acordo com estimativas do Rabobank em relatório trimestral divulgado nesta sexta-feira (30/8). O motivo seria a maior demanda da China, do Egito e a reabertura da Rússia no fim do ano passado. Além disso, o câmbio deve favorecer os preços e a produção no País.
Apesar de reiterar perspectiva favorável para o setor no Brasil, o Rabobank afirma que fatores como a safra de milho nos Estados Unidos, a guerra comercial entre EUA e China e novas habilitações internacionais de plantas podem alterar o cenário.
 


Publicidade










 

Siga-nos

Acompanhe o Tribuna Livre nas Redes Sociais!

Notícias Recentes






1