Comandante do Exército contradiz Bolsonaro e diz que coronavírus ‘é a missão mais importante de sua geração’

 

O comandante do Exército brasileiro, o general Edson Pujol, divulgou um vídeo, na noite desta terça-feira 24, fazendo um pronunciamento em nome do exército sobre o coronavírus. Indo na contramão do discurso do presidente Jair Bolsonaro, o militar afirmou que a crise causada pelo vírus “talvez seja a missão mais importante de nossa geração”.
“Uma de nossas responsabilidades com a Nação nesse momento de crise é que nossa tropa deve manter a capacidade operacional para enfrentar o desafio e fazer a diferença. Talvez seja a missão mais importante de nossa geração”, disse.
O Exército participará da operação conjunta concebida pelo Ministério da Defesa por meio do Estado Maior das Forças Armadas. Foram estabelecidos dez comandos conjuntos, que dividem o País.
O vídeo não é uma resposta ao presidente Jair Bolsonaro, mas mostra que o exército não segue a mesma linha de pensamento do chefe do executivo, que chamou o coronavírus de “gripeziha” e “resfriadinho”.  “Vivemos o enfrentamento de uma pandemia que exige a união de todos nós brasileiros. O momento é de cuidado e de prevenção, mas também de muita ação por parte do Exército brasileiro”, afirmou o general.


1