Retomada das aulas na rede estadual de São Paulo é permeada por dúvidas

 

A volta às aulas na rede estadual de ensino tem duas grandes incógnitas: quando e como. Sobre a data, o governo estadual anunciou semana passada um plano que prevê retomar classes presenciais em 8 de setembro, se infecções e internações pela Covid-19 estiverem sob controle. Para a segunda questão, colégios particulares tradicionais criam comitês, contratam consultorias e adiantam obras. Já escolas públicas têm aval para fazer mudanças, mas com uma diferença: as decisões têm de ser tomadas pensando em múltiplas realidades sociais.
A retomada das aulas em São Paulo só começará na data acima se as 17 regiões do estado estiverem na fase 3 do plano de flexibilização da quarentena por 28 dias. A volta será escalonada e, no primeiro momento, só 35% dos alunos de cada colégio poderão frequentar aulas a cada dia.
Os colégios ou redes de ensino poderão escolher quais alunos retomam as classes presenciais primeiro. Será recomendado checar a temperatura na entrada.


1