top of page
Buscar

É preciso enaltecer!

Atualizado: 21 de jun. de 2023



No último dia 13 de maio, dia de Nossa Senhora de Fátima, tive um sábado diferente. Fui assistir ao 2º Festival de Campeões promovido pela Associação de Judô dos Irmãos Araújo, em Presidente Venceslau.


Chegamos ao Ginásio de Esportes “José Francisco Abegão” às 9 horas, um sábado ensolarado, de temperatura agradável. No entorno do Ginásio foi difícil estacionar. Muitas vãs, ônibus e carros de outras cidades. Pairava um clima de animação e bom astral. Entramos. O cerimonial estava começando. Foram sendo chamadas as associações com seus atletas e treinadores. A quadra foi-se enchendo. Judocas a partir de 02 anos até a idade adulta, passando pela adolescência e pré-adolescência. Perfilados, a princípio sentados no tatame e em seguida em pé para a execução do Hino Nacional. A disciplina e participação dos atletas nesse momento despertou em todos um sentimento de envolvimento patriótico. Ouvi, verbalizado por uma amiga, que estaria “encantada” com o evento. Percebi. Essa era a palavra que entendi perfeita para o que eu estava sentindo. Tudo muito organizado, equipe de jurados a postos e as categorias se posicionando para darem início às competições.


Havia a presença de 18 cidades com suas respectivas associações, pertencentes à 13ª Delegacia da Alta Sorocabana; cerca de 500 atletas estavam participando das competições. Tudo transcorreu dentro dos limites da tranquilidade, educação e disciplina. Competições e premiação, tudo acompanhado por pais e amigos orgulhosos, com a serenidade de terem feito uma boa escolha para a formação de seus filhos.


Conheço o trabalho dos técnicos de judô, desde que meu filho era criança; participou do judô durante muito tempo e sempre fomos entusiastas desse esporte. É nítida a integração entre exercícios físicos e disciplina aliados ao acolhimento e orientação para a vida.


Minha família está de novo próxima do judô: meus netos Daniel e Bruno treinam na Associação dos Irmãos Araújo (Tiago e Lucas). É muito bom acompanhar os treinos, exige-se a presença de um responsável. É visível o trabalho atento, o acolhimento, o carinho e a seriedade com que as crianças e adolescentes são tratados e como retribuem positivamente a esse desvelo.


A Associação Irmãos Araújo conta atualmente com 120 alunos, sendo que 30 são atletas de alto rendimento. Os atletas Maria Eduarda e Bruno fazem parte do renomado Projeto Futuro, em São Bernardo do Campo, ocupando respectivamente o 2º e 4º lugares no ranking do estado. Outros 05 atletas são contratados por Assis, representando o município em competições oficiais; entre esses destaca-se Jennifer, 7º lugar no ranking do estado. Esses são resultados que sinalizam um trabalho sério e comprometido, o que orgulha muito o Sensei Tiago e o Sensei Lucas, e em especial os familiares dos atletas.


Sou admiradora do trabalho desses profissionais: responsabilidade, capacidade e muita garra para manter e ampliar a Associação de Judô. Isso engrandece Presidente Venceslau e complementa a preparação de nossos filhos para uma vida mais feliz.


Ps: Como se não bastasse esse belo trabalho, os Irmãos Araújo ainda desenvolvem um Projeto social, atendendo cerca de 50 crianças provenientes da APAE, Vicentinos e Lar Aconchego.


“O judoca não se aperfeiçoa para lutar, luta para se aperfeiçoar.” (Jigoro Kano 1860 / 1938)


(*) Aldora Maia Veríssimo - Presidente da AVL

Comments


bottom of page