top of page
Buscar

Açaí: veja 9 benefícios do 'superalimento' brasileiro

Conheça mais o fruto amazônico que auxilia no emagrecimento, é rico em fibras e ajuda na prevenção de doenças, como câncer e hipertensão - Com Globo Rural

Considerado um 'superalimento' por nutricionistas, o açaí é 100% brasileiro. Mais especificamente, um fruto amazonense. Produção foi de 1,69 milhão de toneladas da fruta no último ano. A popularidade dentro e fora do país levou a uma movimentação de R$ 6,166 milhões. “O açaí é riquíssimo em micronutrientes, principalmente em antocianinas — um dos maiores antioxidantes da natureza. É uma fruta incrível e deve, sim, ser incluída em uma alimentação saudável”, explica a nutricionista Júlia Bergmann.

Açaí engorda?

Cem gramas do fruto possuem 60 calorias. Ou seja, o alimento puro possui baixo índice glicêmico. No entanto, a versão em forma de sorvete é altamente calórica, principalmente quando servida com coberturas e acompanhamentos. “A maioria disponível no mercado são, na verdade, combinadas com xarope de guaraná, açúcar ou outros aditivos químicos”, alerta nutricionista Júlia Bergmann.

Portanto, para aproveitar os benefícios do superalimento, a recomendação é batê-lo com frutas ou sucos naturais, como o de laranja ou abacaxi, ao invés de usar produtos de baixa qualidade nutricional, como leite condensado, por exemplo. Conheça os benefícios do açaí: 1 — Colesterol O açaí ajuda a regular os níveis do colesterol, reduzindo o LDL. Um estudo feito no Departamento de Medicina da UCLA, nos Estados Unidos, em 2011, foi identificada uma redução significativa dos níveis de glicemia e insulina nos voluntários, além da redução dos níveis do LDL, também conhecido como “colesterol ruim”. 2 — Antioxidante A substância responsável por dar a coloração roxa ao açaí é a antocianina, um dos mais poderosos antioxidantes da natureza. Essa função é essencial para o combate aos radicais livres, responsáveis por danos nas células.

“Por isso é um grande aliado da longevidade e do tratamento e prevenção de doenças de base inflamatória como as cardiovasculares, diabete, síndrome metabólica, resistência à insulina e gordura no fígado”, explica Bergmann. 3 — Saúde do coração Um estudo feito na Universidade Federal de Uberlândia, em Minas Gerais, e publicado na International Journal of Cardiovascular Sciences da Sociedade Brasileira de Cardiologia, esclarece que a antocianina do açaí é também uma substância com potencial de reduzir a hipertensão.

O autor afirma que a fruta tem a função clínica e contribui para a dilatação das artérias. O efeito é citado como uma “preciosidade na perspectiva cardiovascular”, uma vez que “facilita a passagem do sangue e diminui a tensão dos vasos sanguíneo, fazendo com que a pressão abaixe”. 4 — Rico em fibras O açaí é uma fruta riquíssima em fibras — fazendo dela uma poderosa aliada da dieta e da função intestinal. Cada 100 gramas de polpa tem 2,6 gramas de fibras alimentares. A título de comparação, a mesma medida de flocos de aveia tem cerca de 1,7 grama. 5 — Bom para o cérebro Estudos indicam que as substâncias antioxidantes do açaí também ajudam a proteger e a melhorar o desempenho do cérebro. Uma pesquisa da Universidade Tufts, nos Estados Unidos, apontou que as antocianinas do açaí atenuam danos oxidativo no cérebro.

Além de combater o estresse inflamatório cerebral, que afeta negativamente a memória e o aprendizado, o estudo ainda defende que o consumo de açaí impacta positivamente as funções cognitivas e motoras. 6 — Pré e pós-treino Delicioso e saudável! Acredite: o açaí pode ser uma ótima opção de refeição antes da prática de exercícios físicos. Segundo a Embrapa, o alimento é fonte de carboidrato e energia, promovendo maior força e disposição durante os momentos de esforço. Como se não bastasse, a fruta ainda possui 13% de proteína, substância que ajuda no fortalecimento e na recuperação muscular, diminuindo quadros de dores e inflamação. 7 — Imunidade Outro destaque do fruto amazônico está ligada aos seus efeitos no sistema imunológico. Eles realizam atividades farmacológicas no organismo, por exemplo, antiviral e cicatrizante.

Um levantamento realizado no Departamento de Imunologia e Doenças Infecciosas, nos Estados Unidos, sugere que as propriedades do auxiliam no recrutamento imunológico do corpo humano e poderia, inclusive, ser utilizado no tratamento da asma e outras doenças infecciosas. 8 — Reduz os riscos de câncer A alta presença dos pigmentos antocianinas no açaí e sua ação antioxidante, segundo a Embrapa, ainda ajuda a proteger o organismo contra efeitos carcinogênicos. Isso porque essas substâncias estimulam a produção de enzimas hepáticas e inibem a proliferação de células cancerígenas.

O mesmo é defendido em um estudo do Instituto de Ciências Alimentícias e Agrícolas da Universidade da Flórida, nos EUA. Os resultados da pesquisa, publicada na Journal of Agricultural and Food Chemistry, indicam que as antocianinas do podem ajudar a reduzir entre 56 a 86% a reprodução de células de leucemia. 9 - Ossos fortalecidos A Organização Mundial da Saúde recomenda que um adulto ingira, em média, 1,2 mil gramas de cálcio diariamente. A presença da substância no organismo é essencial para diminuir os riscos de osteoporose ou mesmo fraturas ósseas.

Neste sentido, o açaí poderia ser um aliado, desde que combinado com outros alimentos, como as leguminosas, para aumentar a ingestão do mineral. A cada 100 gramas, é possível adquirir 35 mg de cálcio.

Comments


bottom of page