top of page
Buscar

A Menina da Lua

Atualizado: 20 de jun. de 2023



Foi no último dia 14 de novembro, o lançamento do livro “A menina da lua” da escritora Telma da Costa, que ocorreu na sede do Rotary Clube, em Presidente Venceslau, a partir das 18 horas. Véspera do feriado de 15 de novembro, um dia não muito propício a um evento cultural. Fiquei preocupada com o não comparecimento das pessoas convidadas.


Mas, fomos surpreendidos por uma frequência significativa: casais amigos, amigos de infância, amigos de escola, ex professores, parentes e amigos da AVL, já que Telma faz parte de nossa academia.

Este foi o terceiro lançamento de livro acompanhado pela AVL, neste ano. Tivemos o lançamento de dois livros do Dr Edmar Cunha de Castro: “Um sonho quase possível” e “Quibrodó nos velhos tempos”, tivemos também o lançamento de “Poemas de uma vida” de um ex-aluno da FAFIPREVE, Aguilar Lopes, atualmente morador na Bahia. E agora, o delicado lançamento da obra escrita por Telma da Costa: “A menina da lua”.


Sem grandes formalidades, o lançamento foi marcado por um clima de descontração, repleto de ternura e afeto. Com a simpatia e o sorriso de Telma permeando o ambiente e contagiando a todos. Conforme a síntese da obra, “A menina da lua” é a história de Laura, uma menina apaixonada pela lua e por poesia. Em suas linhas e entrelinhas a autora passeia entre astros e constelações enquanto homenageia a cidade de Presidente Venceslau, as escolas públicas e particulares, seus professores e cidadãos de toda região.


Quem lê a obra se depara com uma protagonista da qual se depreende facilmente o alter ego da escritora. Quem a conhece identifica, sem dificuldades, sua alma que se esparrama pelos diálogos, onde se percebem o vocabulário, os valores morais, éticos e familiares, a bondade e o afeto que lhe são peculiares.


Seus pais, identificados com pseudônimos, tipificam a maturidade, a bondade e a compreensão necessárias a qualquer adolescente. Laurinha foi privilegiada também nesse sentido. Não faltaram a doçura do irmão Jaiminho e os afagos da avó Cordolina.


Atualmente, Telma reside no Rio de Janeiro. Além de escritora, é atriz, cantora de música erudita, popular brasileira e internacional, organista e regente de coral. Como dubladora eterniza personagens de produções estrangeiras para cinema, televisão e streamings. É verbete no ‘Dicionário de Mulheres Autoras” e no “Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira”. Radicada no Rio de Janeiro, há algum tempo, por que lançar seu livro em Presidente Venceslau?


Telma/Laura nasceu e estudou em Presidente Venceslau e em seu livro relata experiências vividas em escolas venceslauenses, com amigos e professores venceslauenses e seus diálogos com os pais, também venceslauenses, sobre assuntos sérios como: namoro, sexo, sonhos, enfim, todo o universo adolescente e seus sonhos em relação à música, à astronomia ou à NASA, são primorosos. Na verdade, percebe-se na autora, muito afeto, muitos vínculos, muitas marcas deste “lugarzinho no meio do nada’ que agora foi alçado a espaço físico e social dentro de uma obra, respeitável, da Literatura nacional. Assim sendo, com tantas teias ligando a protagonista à Venceslau, nada mais natural que o lançamento acontecesse aqui. As citações, as homenagens e a valorização de amigos de longa data, possibilitaram à Telma uma reconfortante volta ao “colinho” da família e de todos que a admiram.


Nossa gratidão, nosso orgulho, nossa surpresa pela qualidade da obra lançada. Mais uma vez temos a comprovação de que ler e escrever deixa as pessoas muito mais felizes.

Parabéns, Telma! Se um leitor, apenas, se encantar pelo seu texto, terão sido válidos os anos de pesquisa, preparação e entrega à realização desse sonho. Vamos à leitura de “A menina da lua”!


“Livro que não é lido é só uma sequência de letras. Livro só é livro se é lido.” (Telma da Costa – pág. 64)


(*) Aldora Maia Veríssimo – Presidente da AVL

Comments


bottom of page