top of page
Buscar

Agropecuária registra menor número de trabalhadores desde 2012

No período de três meses encerrado em janeiro, a força de trabalho no setor diminuiu 6% - Com Globo Rural

Trabalho em colheita de lavoura. Empregos no agro caíram entre novembro de 2023 e janeiro de 2024 — Foto: Theo Marques


O número de trabalhadores na agropecuária caiu 6% no trimestre encerrado em janeiro, na comparação como anterior, concluído em outubro, e atingiu 7,865 milhões de pessoas. É o menor contingente da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, iniciada em 2012. Nesta comparação trimestral, o setor perdeu 503 mil trabalhadores. Em relação à igual trimestre encerrado em 2023, a queda foi de 6,9%.


Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) englobam o grupamento de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura, com peso maior dos dois primeiros segmentos.


Este é o terceiro ano seguido em que há recuo do número de trabalhadores do setor entre novembro e janeiro na comparação com o período imediatamente anterior (agosto a outubro), mas é o mais intenso de toda a série. As taxas foram de -1,3% em 2022 e de -3,1% em 2023.


O número de trabalhadores na agropecuária caiu de 10,147 milhões de pessoas no primeiro trimestre de 2012, para 7,865 milhões no trimestre encerrado em janeiro de 2024, uma queda de 22,5%. Na mesma base de comparação, o pessoal ocupado no mercado de trabalho brasileiro como um todo subiu de 88,011 milhões para 100,593 milhões de pessoas, uma expansão de 14,3%.

Commentaires


bottom of page