top of page
Buscar

Ana Hickmann desabafa após marido ser criticado por ‘grosserias’ em vídeo editado: ‘É criminoso’

Atualizado: 25 de jul. de 2023

Alexandre Correa trata a mulher de forma ríspida no trecho que viralizou; apresentadora explicou que as imagens estão fora de contexto e tudo não passou de trollagem - JOVEM PAN


Ana Hickmann está casada com Alexandre Correa há 26 anos

A apresentadora Ana Hickmann fez um desabafo neste domingo, 23, após um trecho editado de um vídeo antigo que gravou com o marido, Alexandre Correa, virar assunto. No original, que está disponível no canal do YouTube da artista, Alexandre age de forma grosseira com a mulher. Quando ela decide encerrar a gravação, ele revela que tudo não passou de uma “pegadinha”. Nos stories do Instagram, Ana lamentou que o vídeo tenha sido tirado de contexto e compartilhado como se o comportamento do seu marido na gravação tivesse sido real. “Estava acompanhando algumas coisas em redes sociais e falando com o pessoal do meu escritório de assessoria e vi que ontem fizeram algo muito feio, de mau gosto. Não entendi o porquê de fazer com que uma família tão unida como nós somos passe por transtornos e faça mal para o meu marido”, disse Ana.


A artista explicou que o vídeo original foi publicado há quatro anos e não demonstra o comportamento real de Alexandre: “Pegaram um trechinho em que ele está me ‘trollando’ e não explicaram. Vamos combinar que não sou mulher de ficar com ninguém que é grosseiro e agressivo comigo”. “Se tivesse publicado o vídeo na íntegra, todo mundo entenderia, agora, distorcer, pegar um trecho de uma simulação só para gerar visualização eu acho de péssimo gosto. Desnecessário e crime. É algo criminoso incitar o ódio contra o meu marido, fazer com que a gente se sinta mal. Espero que o meio de comunicação que fez isso retire de circulação e peça desculpas. É o mínimo”, declarou. Ana definiu o marido, com quem está casada há 26 anos, como “maravilhoso, super pai, baita marido, empresário e companheiro”. Para assistir ao vídeo, clique aqui.

*Com informações do Estadão Conteúdo.

Comments


bottom of page