top of page
Buscar

Anvisa proíbe venda de suplemento de melatonina destinado a crianças

Atualizado: 25 de ago. de 2023

Agência diz que a substância não tem aprovação para esse público; também foi contatada propaganda irregular - R7

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a fabricação, a distribuição e a venda de um suplemento de melatonina da marca Soninho Perfeito Melatonina Kids, fabricado pela M. R. Oemed Indústria Farmacêutica Ltda, sob alegação de que essa substância não é autorizada para uso em crianças e adolescentes. A resolução foi publicada na quarta-feira (23) no Diário Oficial da União.


Em nota, a agência reguladora sustenta que "não há segurança de uso comprovada" da melatonina em menores de 19 anos, bem como em mulheres gestantes e lactantes


O suplemento está aprovado pela Anvisa para uso em adultos acima de 19 anos, na concentração de 0,21 mg/dia.


Os fiscais também constataram propaganda irregular do produto em questão, "com alegações terapêuticas relacionadas a sono, ansiedade, compulsão alimentar, irritabilidade noturna, inflamação, suplementação para transtorno do espectro autista, câncer, etc."


"Nenhuma dessas alegações é aprovada pela Anvisa, tratando-se, portanto, de propaganda irregular", acrescenta o comunicado.


Ainda consta no documento que a melatonina não pode ser vendida com indicações para tratar insônia, alterações de humor e concentração, entre outras.

"Qualquer propaganda ou rótulo que traga esse tipo de alegação está irregular, de acordo com a legislação sanitária brasileira", sustenta a Anvisa.


Especialistas em sono reforçam que esse hormônio sintetizado tem função na regulação do ciclo sono-vigília (relógio biológico) e que não há estudos científicos robustos que comprovem benefícios em casos de insônia, por exemplo.


O R7 procurou a M. R. Oemed Indústria Farmacêutica Ltda. para falar sobre a decisão da Anvisa, mas ainda não obteve resposta.

Commentaires


bottom of page