top of page
Buscar

Após a morte de 2 filhos, quem são os herdeiros da fortuna de Roberto Carlos

Atualizado: 6 de dez. de 2023

Maior ídolo da música brasileira vive sem ostentação em apartamento no Rio e está longe de ser consumista - Com Terra

Fim de ano é tempo de Roberto Carlos. Como manda a tradição, o cantor ressurgirá em seu ‘Especial’ na Globo. No ar dia 22 após ‘Terra e Paixão’. 


O cantor encerra mais um ano em que teve uma grande perda pessoal. Em setembro, despediu-se de sua fiel secretária e amiga Carmosina Silva, a Carminha. 


Em 2022, a dor foi pela partida de Ivone Kassu, assessora de imprensa por mais de 40 anos. No ano anterior, o ‘rei’ chorou a morte do filho Dudu, aos 52 anos, vítima de câncer. 


O artista já havia perdido uma filha, nascida do primeiro casamento de sua mulher Nice Rossi, e criada por ele como legítima. 


Ana Paula tinha 45 anos quando sofreu uma parada cardíaca em 2011. Casada com um músico da banda do pai, não teve filhos. 


Aos 82 anos, Roberto Carlos tem um dos maiores legados artísticos do Brasil, e também um dos patrimônios mais valiosos. 


A fortuna dele está avaliada em 200 milhões de dólares, cerca de R$ 980 milhões. Seus principais herdeiros são os dois filhos vivos. 


Rafael Carlos Torres Braga, de 58 anos, foi reconhecido publicamente no início da década de 1990, após teste positivo de paternidade. 


O mineiro nasceu de um relacionamento rápido do cantor com a modelo Maria Lucila, que morreu de câncer poucos meses depois do DNA. Ele trabalha em empresas do pai. Tem dois filhos, João Paulo e Maria. 


Luciana Braga, de 53 anos, é a caçula de RC com Nice. Trabalhou muitos anos como jornalista. Entre seus cargos, foi editora de estilo da revista ‘Glamour’. Casada com um italiano, mora em Londres. É mãe de Ava e Cora. 


Os outros herdeiros diretos de Roberto Carlos são os netos Gianpietro, Giovanna e Laura, filhos de Dudu Braga. 


O intérprete de clássicos como ‘Detalhes’ e ‘Emoções’ não teve filhos nos casamentos com Myriam Rios e Maria Rita. 


Ainda que seja um dos artistas mais ricos do país, ele vive sem o luxo exagerado exibido por tantas celebridades. 


Mora há quase 40 anos na cobertura de um prédio de classe média na Urca, bairro bucólico da zona sul do Rio, sem nenhum sinal da ostentação vista em edifícios do Leblon, Ipanema e Barra da Tijuca. 


É um homem de hábitos simples e pouco consumista. O poder econômico só se manifesta em sua coleção de carros, com alguns esportivos contemporâneos e vários modelos antigos. 

Comentarios


bottom of page