top of page
Buscar

Após decisão no TSE, Bolsonaro diz que 'não está morto' e que pensa em recorrer ao STF


Após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) formar maioria pela condenação e consequente inelegibilidade de Jair Bolsonaro (PL), ele disse, em Belo Horizonte, que "não está morto" politicamente e que pensa em recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).


Durante entrevista coletiva, Bolsonaro afirmou que "acredita ser sido a primeira condenação por abuso de poder político" e se tratar de um "crime sem corrupção".

Alegou, ainda, que o TSE "trabalhou contra as suas propostas" e que ele, durante o mandato, respeitou a Constituição, "muitas vezes a contra gosto".


Quando questionado sobre entrar ou não com recurso, Bolsonaro disse que vai conversar com advogados para tomar a decisão. "Meu recurso é no Supremo Tribunal Federal, né?", ironizou o ex-presidente.


"Tentaram me matar aqui em Juiz de Fora há pouco tempo, levei uma facada na barriga. Hoje levei uma facada nas costas com a inelegibilidade por abuso de poder politico", disse o ex-presidente.


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) condenou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação. Com a decisão, a Corte declarou Bolsonaro inelegível por oito anos, até 2030. (Com g1)

Comments


bottom of page