top of page
Buscar

Após reforma de mais de 3 anos, Camelódromo será reaberto neste sábado em Prudente

Prefeitura informou que dará início, na segunda-feira, às inscrições para interessados no sorteio dos boxes remanescentes; 102 comerciantes retornam às atividades - O Imparcial


Camelódromo volta a funcionar na Praça da Bandeira neste sábado

A Prefeitura de Presidente Prudente anunciou nesta quinta-feira que o Camelódromo, localizado na Praça da Bandeira, será reinaugurado às 10h deste sábado. Cento e dois comerciantes retornam às atividades no local.


Questionada pela reportagem de O Imparcial sobre o sorteio dos boxes remanescentes, a administração municipal respondeu que abrirá, na segunda-feira, o prazo para interessados se inscreverem.


As obras de revitalização do espaço foram oficialmente encerradas no dia 22 de maio, com o término do contrato entre o município e a Spalla, construtora responsável pela empreitada. O anúncio da remodelação e modernização do local foi feito em dezembro de 2018. As obras tiveram início em janeiro de 2020 e deveriam ser concluídas em oito meses. No entanto, levaram mais de três anos.


Ao todo, foram investidos na revitalização do Camelódromo R$ 5,8 milhões, incluindo a reforma completa da estrutura, construção de cobertura em estrutura metálica, construção de 240 boxes de alvenaria, troca do sistema elétrico e hidráulico, adoção de padrões individuais para medição de água e luz, troca de todo o calçamento, adoção de dispositivos de acessibilidade, ampliação do projeto arquitetônico do calçadão da Rua Tenente Nicolau Maffei até o interior do shopping popular (com implantação de lombofaixa na Avenida Brasil), entre outras intervenções. O local também conta com área para futura praça de alimentação, cuja instalação será regulamentada posteriormente.


Os boxes irão funcionar nos mesmos horários estabelecidos para o comércio em geral.


Autorização para retorno


Para conseguirem retornar ao Camelódromo, os boxistas tiveram que apresentar documentação à Prefeitura. Segundo a administração, houve um "rigoroso processo" de análise documental com a supervisão do MPE (Ministério Público Estadual), com o objetivo de combater a exploração irregular do ponto comercial, que tem viés social.


Dos 273 boxistas que atuavam no antigo shopping popular, 215 manifestaram interesse em retornar ao empreendimento e apresentaram a documentação pertinente. Deste total, 148 pedidos foram deferidos a princípio e 67 tiveram os processos indeferidos por não se enquadrarem nos critérios contidos na regulamentação. Depois, o MPE suspendeu de forma cautelar a participação de outros 30 comerciantes, restando, portanto, 118 boxistas aptos.


Dos 118, 102 estiveram posteriormente na Fundação Inova Prudente para fazer a escolha de seu box, tendo a possibilidade de retornar aos mesmos locais onde atuavam antes da reforma do shopping popular.


Os comerciantes têm que residir em Prudente, ter CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica), não ser funcionário público nem ter outro estabelecimento comercial em seu nome ou de familiar próximo, entre outras exigências.


Pela ocupação dos boxes, os permissionários pagarão outorga mensal, conforme valor estabelecido em avaliação municipal, com desconto de 10% para quem pagar até o vencimento. O valor vai variar entre R$ 338,16 e R$ 424,29, a depender da metragem do box.


A Prefeitura ressalta que não será permitida nenhuma obra de alteração da configuração atual dos boxes, mudança de altura ou tipo de porta, retirada de parede para união de boxes e revestimento nas paredes ou no teto. As contas de água, energia e IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) dos boxes serão pagas pelos próprios permissionários.


Designação do local


O prefeito Ed Thomas (sem partido) assinou na manhã desta quinta-feira, no gabinete do Paço Municipal, a lei nº 11.145/2023, que dá ao shopping popular o nome da educadora Ana Cardoso Maia de Oliveira Lima, a Dona Ana, conforme aprovação unânime dos vereadores que compõem a 18ª Legislatura. A professora, que foi fundadora da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), morreu em 10 de novembro de 2022.


Representando a Câmara Municipal, Joana D’arc Patrício do Nascimento (PSB), que já lecionou pela Unoeste, comentou sobre a importância de homenagear a Dona Ana, "que sempre foi uma inspiração para todos".


A ex-vereadora, professora e coordenadora do curso de História da Unoeste, Alba Lucena, ressaltou que Dona Ana sempre foi uma mulher à frente de seu tempo. “Dona Ana sempre foi uma pessoa que pensava na coletividade. Homenageá-la em um local onde haverá mais de 200 empregos diretos é muito significativo”, ponderou.


Conforme a amiga e funcionária da Unoeste desde a fundação da universidade, Aparecida Darcy Alessi Delfin, "Dona Ana tem um legado de trabalho honesto, disciplinado e popular, que atingia a todos". “A homenagem caiu como uma luva. Tudo o que ela fazia era pensando no próximo. Tinha a meta de alcançar o maior número de pessoas, principalmente por meio da educação. E a educação está ligada ao desenvolvimento, à oportunidade, à economia. Parabéns pela iniciativa e obrigada pela homenagem que eterniza e reconhece seu legado”, considerou.


O diretor geral da Apec (Associação Prudentina de Educação e Cultura), Augusto Cesar de Oliveira Lima, agradeceu a homenagem à mãe, prestada pelo prefeito e pelos vereadores. “Uma linda e merecida homenagem. Muito obrigado a todos”, afirmou.


O prefeito também esclareceu que o novo shopping popular não poderia levar o nome do ex-prefeito Agripino Lima por questões legais, pois a Cidade da Criança já tem seu nome, não sendo permitido dois prédios públicos com a mesma nomenclatura.


“Grande mulher, grande mãe, grande professora. Foi minha diretora, tive o privilégio de compartilhar com ela a 13ª Legislatura, dividimos a mesma mesa e recebi muitos ensinamentos. Em vida, pude conceder o título de Cidadã Prudentina, honraria que muito me alegra. Minha ligação com Dona Ana vai além da política. Eterna gratidão”, destacou Ed Thomas.


O chefe do Executivo também ressaltou a importância da Unoeste para Presidente Prudente e região, não só como universidade, mas como unidade de apoio à saúde. “Cada um de nós tem alguma ligação com a família Lima, seja por meio da universidade, seja por um atendimento odontológico ou hospitalar. Tenho certeza que todo prudentino é grato por tudo que já foi proporcionado”, pontuou.

Comments


bottom of page