top of page
Buscar

Auditores apreendem 29 toneladas de ração animal impróprias para consumo

Local foi interditado por falta de higiene, contaminação de produtos e descumprimento de regras - Com Globo Rural

Auditores fiscais federais agropecuários apreenderam 29 toneladas de ração para cães e gatos impróprias ao consumo durante uma fiscalização de rotina em uma fábrica em São Joaquim da Barra (SP). A empresa foi notificada e poderá receber multas de até R$ 330 mil por falta de higiene, contaminação de produtos e o descumprimento de regras de boas práticas de produção. O local foi interditado. A equipe de fiscalização verificou, por exemplo, a inexistência de controle de produção e o acréscimo de ingredientes industriais impróprios ao consumo dos pets. A medida configura fraude econômica, segundo comunicado publicado pelo Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical). A empresa, cujo nome não foi divulgado, tem registro de funcionamento de atividade no Ministério da Agricultura, mas houve deterioração do processo produtivo nos últimos meses, de acordo com as constatações dos auditores.

Segundo o sindicato da categoria, os produtos encontrados na empresa podem causar riscos à saúde dos animais. Além disso, a ração não continha os valores nutricionais suficientes aos pets. A fiscalização encontrou 12 itens irregulares no estabelecimento, incluindo falta de água tratada para consumo dos trabalhadores e para o processo de produção.

A fábrica oferecia a mercadoria a comércios regionais. O local foi interditado e não poderá funcionar até que todos os problemas sejam solucionados. Os responsáveis têm 20 dias para recorrer das medidas administrativas.

bottom of page