top of page
Buscar

Boi: arroba continua subindo no Brasil

O mercado físico do boi gordo voltou a ter negócios realizados acima da referência média de preços nesta quarta-feira (27) - Com Canal Rural

O mercado físico do boi gordo voltou a ter negócios realizados acima da referência média de preços nesta quarta-feira (27).

Segundo informações do analista da Consultoria Safras e Mercado, Fernando Henrique Iglesias, com o objetivo de prolongar suas escalas de abate, os frigoríficos estão elevando os valores oferecidos pelo gado.

De acordo com Iglesias, em outubro, espera-se a entrada de animais confinados, o que poderá limitar o crescimento dos preços em toda a cadeia pecuária. Quanto à demanda por carne bovina, há um otimismo mais acentuado em relação ao último trimestre, marcado pelo pico de consumo no mercado interno.

  • Em São Paulo, o preço de referência para a arroba do boi atingiu R$ 230.

  • Em Goiânia, a cotação foi de R$ 223 para a arroba do boi gordo.

  • Em Uberaba, a arroba alcançou o valor de R$ 223.

  • Em Dourados, a arroba alcançou o valor de R$ 226.

  • Em Cuiabá, a arroba alcançou o valor de R$ 189.

Preços do boi no atacado

No setor atacadista, os preços da carne bovina seguiram em alta.

As perspectivas apontam para a continuidade desse movimento durante a primeira quinzena de outubro, período que tende a estimular o consumo, conforme ressaltado por Iglesias. No entanto, é importante observar que a carne de frango ainda é a preferência da parcela da população com renda mais baixa, especialmente aquelas famílias com renda entre um e dois salários-mínimos.

O quarto traseiro foi cotado a R$ 17,20 por quilo, registrando um aumento de R$ 0,20. O quarto dianteiro manteve-se estável em R$ 13,50 por quilo, assim como a ponta de agulha, que também foi precificada a R$ 13,50 por quilo.

Comentários


bottom of page