top of page
Buscar

Bombardeio a hospital em Gaza deixa pelo menos 500 vítimas

Atualizado: 18 de out. de 2023

Estimativas preliminares indicavam que entre 200 e 300 pessoas foram mortas no bombardeio. Autoridade Palestina acusa Israel de um ataque - por Exame

Um bombardeio ao hospital Al-Ahli Arabi, no centro da cidade de Gaza, na tarde desta terça-feira, 17, deixou pelo menos 500 vítimas, segundo o Ministério da Saúde palestino. Estimativas preliminares indicavam que entre 200 e 300 pessoas foram mortas no bombardeio.


De acordo com a rede de televisão Al Jazeera, o prédio ainda está em chamas após o bombardeio e milhares de palestinos foram feridos. A reportagem descreveu o cenário na unidade de saúde como "catastrófico". "Ainda há pessoas sob os escombros dos edifícios destruídos. As equipes médicas estão tentando retirar as vítimas, mas há um número crescente de feridos em diferentes áreas da Faixa de Gaza", diz o site do canal.


A Autoridade Palestina acusa Israel pelo bombardeio. As Forças de Defesa de Israel informaram que ainda não têm detalhes sobre o caso, segundo a BBC.

Comments


bottom of page