top of page
Buscar

Brasileiras inocentadas celebram decisão da Justiça alemã: 'Recomeço'

Com G1


Recomeço. É assim que as brasileiras Kátyna Baía e Jeanne Paolini definem a notícia de que a Justiça da Alemanha as inocentou no processo que investigava as malas trocadas por bagagem com drogas.


“Essa notícia é um marco e tira uma tonelada de nossas costas, porque quando saímos daquele presídio, ainda carregávamos o peso de uma prisão justamente por eles não terem encerrado o processo. Então para nós é um recomeço, um alívio muito grande, com bastante alegria”, diz Kátyna ao g1.


A prisão das brasileiras aconteceu em março de 2023, mas o encerramento só aconteceu no dia 7 deste mês. Agora, as duas estão livres de qualquer processo e restrição em relação a qualquer país da União Europeia, inclusive Alemanha.


“Saímos do status de suspeitas, investigadas, para inocentes lá na Alemanha. A gente tinha um receio muito grande de viajar novamente. A gente não teria coragem de passar por uma imigração na Europa de novo sem encerrar esse processo”, reforçou.


Ao g1, Luna Provázio, também da defesa do casal, explicou sobre os pedidos de indenização. "Vamos pedir, seja em decorrência de algum tipo de dano moral, físico e, obviamente, financeiro. Todas as despesas com a viagem em si, afinal de contas, elas não puderam aproveitar as férias já que estavam presas e também todos os prejuízos financeiros daí decorrentes", completou.

bottom of page