top of page
Buscar

Brasileiras presas na Alemanha serão indenizadas, diz advogada

Chayane Kuss afirma que a decisão deve transitar em julgado nesta quinta-feira (7). Advogada acredita que não haverá nenhum tipo de recurso por parte do Ministério Público. - Com G1

Brasileiras que tiveram malas trocadas falam sobre prisão na Alemanha: ‘Meu coração ainda acelera quando eu escuto alguns barulhos’ — Foto: Reprodução


As brasileiras Jeanne Paollini e Kátyna Baía, que foram presas na Alemanha após terem as malas trocadas por bagagem com droga, serão indenizadas pelo estado europeu. A informação foi confirmada na manhã desta terça-feira (5) pela advogada das brasileiras, Chayane Kuss de Souza.

"Existe uma decisão que determinou que o estado alemão tem o dever de indenizar a Jeanne e a Kátyna pelos danos e por todos os prejuízos ocorridos no tempo em que ficaram presas e em decorrência da prisão injusta", explica a advogada.

A advogada ainda explicou que a decisão é da semana passada e deve transitar em julgado nesta quinta-feira (7). Ela ainda acredita que não haverá nenhum tipo de recurso por parte do Ministério Público, já que o próprio pediu a absolvição delas e entende que a prisão foi injusta.

Comments


bottom of page