top of page
Buscar

Cantor sertanejo João Carreiro morre aos 41 anos após cirurgia cardíaca

Com Cenário MS

Voz do sertanejo raiz, o cantor e compositor João Sérgio Batista Corrêa Filho, conhecido pelo nome artístico de João Carreiro, faleceu aos 41 anos, na noite desta quarta-feira (3), vítima de complicações durante uma cirurgia cardíaca. A informação foi confirmada pelo seu empresário.


Nesta semana, o cantor famoso pela voz potente postou que passaria por uma cirurgia para corrigir um prolapso na válvula mitral, anomalia cardíaca conhecida como sopro no coração. Por isso, também ficaria longe dos palcos por tempo indeterminado. No entanto, Carreiro teve complicações na sala de cirurgia e não reagiu às tentativas de reanimação.


"Falei com ele ontem, estava sorridente, confiante e tranquilo, mas infelizmente, não aguentou", disse Diego Diniz, que cuidava da carreira do cantor, admirado pelo timbre único e talento na viola.


Durante a tarde, a esposa dele, Francine Caroline, comentou que o procedimento parecia ir bem. "O coração dele já está funcionando sozinho com a nova válvula", postou ela nas redes sociais, por volta das 17h. Mas duas horas depois, por volta das 19h, ela pediu orações. "Orem pela vida dele, pelo amor de Deus", escreveu.


Na terça-feira (2), o cantor publicou vídeo nas redes sociais parecendo otimista e brincalhão dizendo que: "se empacotar, não quer saber dessa roupinha", referindo-se a veste usada em centros cirúrgicos.


Natural de Cuiabá (MT), o sertanejo ficou famoso em todo país com a música "O Bagulho é Louco, Mano", que acumula 18 milhões de visualizações no YouTube. Fez dupla com Capataz, nome artístico de Hilton Cesar Serafim da Silva, onde embalou vários sucessos.


Nesses 22 anos de estrada, com três formações de dupla até a carreira solo, João Carreiro teve sua música em algumas trilhas sonoras de novelas. Com o single “Bruto rústico e sistemático”, levou a viola caipira para a trilha de Paraíso (2009). Esse foi o primeiro sucesso a ser tocado em rádios nacionais. Outra novela que teve participação na trilha foi Araguaia (2010), com “Chique Bacanizado” seguindo o mesmo estilo musical.


Entre a lista de sucessos estão “Lágrimas de Crocodilo”, “É pra Acabar”, que se tornou conhecida como “Pequi de Goiás”, música que fez muito sucesso. As músicas “Volta pro Meu Coração” e “O que Essa Moça Fez Aqui”, também fazem parte dessa história.


Carreiro morava em Sidrolândia, distante 70 quilômetros de Campo Grande. Atualmente, o cantor residia em uma casa no condomínio onde gravou seu último projeto, intitulado “No Quintal de Casa”

Comments


bottom of page