top of page
Buscar

Centro Paula Souza questiona movimento grevista no Estado das Etecs e Fatecs


Em nota à imprensa, o Centro Paula Souza (CPS) respondeu sobre o movimento grevista de professores e funcionários, deflagrado na segunda-feira, 07, por algumas unidades,


O CPS informa que trabalha para valorizar os servidores da instituição. "A Bonificação por Resultados (BR), referente ao ano de 2022, por exemplo, já foi publicada no Diário Oficial do Estado e será paga até outubro, podendo ser antecipada para setembro", diz a nota.


Cita que a atual gestão, já em seu primeiro ano de governo, concedeu um reajuste acima da inflação para os servidores públicos.


Em relação ao estudo para o novo Plano de Carreiras dos servidores, o CPS informa que está em andamento e contava, até o dia 23 de junho, com a participação de representantes do sindicato, que optaram por se desligar do grupo de trabalho. "A proposta do novo plano de carreira será encaminhada às instâncias responsáveis pela sua análise até setembro, e as contribuições do Centro Paula Souza serão avaliadas", diz a nota.


A nota informa ainda que a instituição adotará todas as medidas necessárias para garantir que os estudantes não sejam prejudicados.


"De acordo com levantamento parcial, realizado até as 14 horas desta terça-feira, 18% dos professores de Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) e das Faculdades de Tecnologia do Estado (Fatecs) com aulas no período da manhã aderiram à paralisação. É importante destacar que em apenas 6 das 228 Etecs, o equivalente a menos de 3%, houve paralisação total, fazendo com que esses estudantes não tivessem atividades no período matutino. Nenhuma Fatec interrompeu as atividades pedagógicas", conclui a nota.


Sobre a greve, a ETEC "Professor Milton Gazzetti", em Presidente Venceslau, informa que na unidade não há professor nem funcionários em greve. Todos estão em atividades.

コメント


bottom of page