top of page
Buscar

CESP promove ação de incentivo ao reflorestamento na região da UHE Porto Primavera

Atualizado: 22 de set. de 2023

Companhia tem visitado propriedades no entorno da usina para apresentar o programa Fomento Florestal, que visa a doação de mudas nativas para restauração ambiental - Por Assessoria

A CESP – Companhia Energética de São Paulo, intensificou a ação de promoção e incentivo ao reflorestamento ambiental nas áreas próximas à UHE Engenheiro Sérgio Motta (Porto Primavera). A campanha faz parte do Programa de Fomento Florestal da companhia e conta com a distribuição de materiais informativos em pontos estratégicos – de grande circulação de pessoas – e visitas às comunidades. O objetivo é sensibilizar as comunidades vizinhas à Porto Primavera sobre a importância de se manter a floresta em pé e promover o reflorestamento ambiental em suas propriedades, explicando ainda como participar do Fomento Florestal, projeto da companhia voltado para a doação de mudas nativas do Cerrado e da Mata Atlântica.

“A conservação dos nossos recursos naturais e a produção de energia limpa, em harmonia com a biodiversidade, fazem parte do nosso DNA quanto empresa. Por isso, para além das ações já promovidas pela companhia, estamos realizando essa ação para explicar o Programa Fomento Florestal e, consequentemente, incentivar o reflorestamento também pelas comunidades vizinhas. Temos diversas solicitações de doações em andamento, mas, quando falamos de restauração ambiental, proteção de habitats de diversos animais silvestres, redução do efeito estufa, geração de emprego e renda, entre tantos outros benefícios trazidos com as florestas em pé, quanto mais parceiros empenhados nesta luta, melhor. Este é o legado que queremos deixar para as gerações futuras”, destaca Jarbas Amaro, gerente de Operações e Sustentabilidade da companhia.

Somente no primeiro semestre deste ano, a companhia doou, por meio do Programa Fomento Florestal, 8.740 mudas nativas dos biomas Cerrado e Mata Atlântica, produzidas no Viveiro de Mudas da empresa (Horto Florestal), instalado em Porto Primavera. O índice corresponde a uma média de 48,5 mudas nativas doadas a cada 24 horas somente para ações de reflorestamento. As espécies mais procuradas são as frutíferas, como por exemplo o Araçá-do-campo, Uvaia e Guabiroba. Se somadas às doações realizadas no ano passado, o total de mudas destinadas a ações de reflorestamento chegam a 54,7 mil mudas em um ano e meio.

Para a produção de mudas nativas, a companhia mantém, em Porto Primavera, o Viveiro de Mudas, também chamado de Horto Florestal. O local possui uma capacidade produtiva de 1 milhão de mudas ao ano de cerca de 240 espécies do Cerrado e da Mata Atlântica. Entre elas, espécies ameaçadas de extinção como Aroeira, Peroba-rosa e Jatobá.

Todas as mudas produzidas no Horto Florestal são destinadas exclusivamente para doação, por meio do Fomento Florestal, e para as ações de reflorestamento em áreas de preservação ambiental da própria companhia.

Conservação da biodiversidade

Além do Fomento Florestal, a CESP mantém programas e projetos voltados para a proteção da biodiversidade em suas áreas de atuação com o objetivo de promover a conservação e recuperação de áreas de proteção permanentes (APP) e de conscientização ambiental.

Entre eles, está o Programa de Restauração Florestal da companhia, que realiza, anualmente, o plantio de cerca de 500 mudas nativas do Cerrado e da Mata Atlântica em ações de reflorestamento e enriquecimento florestal na região de influência da Usina de Porto Primavera. O volume corresponde ao total de 240 hectares de matas nativas restauradas por ano, uma média de 1,3 mil mudas plantadas a cada 24 horas.

Além disso, a companhia conta com a ação de programas de educação ambiental para estudantes da rede pública de ensino e atuação permanente de brigadas para ações de prevenção e combate a incêndios florestais.

Doação de mudas

As pessoas e instituições interessadas no Programa Fomento Florestal podem obter mais informações por meio do Canal Diálogo Aberto da companhia, disponível pelo WhatsApp, pelo número (11 93032-6699). A aprovação das doações está condicionada à disponibilidade das mudas nos viveiros da companhia e ao atendimento de requisitos para enquadramento no programa.

bottom of page