top of page
Buscar

Ciclone deixa 1 morto e rastro de destruição no Sul do Brasil

Com Terra e G1

Foto: Divulgação/Defesa Civil


A Defesa Civil confirmou, na manhã desta quinta-feira (13), que uma pessoa morreu em Rio Grande, no Sul do Rio Grande do Sul, em consequência do ciclone extratropical que atingiu o estado durante a madrugada.

A pessoa teria morrido após uma árvore ter atingido a casa em que ela estava, no bairro Maria dos Anjos. A queda da árvore teria ocorrido devido à força do vento. Conforme a Defesa Civil, as rajadas chegaram a 140 km/h.

A prefeitura da cidade divulgou que a vítima se trata de um idoso.


Ciclone traz ventania e chuva


O ciclone já tem se direcionado em direção ao Oceano Atlântico nesta quinta-feira, 13, mas seus impactos serão sentidos até o fim desta semana, afirmam meteorologistas. Desde o litoral gaúcho até a costa do Rio de Janeiro, deve haver vento forte e chuva. Já a frente fria avança até parte do Centro-Oeste.


São esperadas chuvas intensas e ventos fortes capazes de gerar transtornos na região metropolitana de Porto Alegre, na região dos vales, na serra gaúcha e no litoral norte do Rio Grande do Sul, segundo a Defesa Civil do Estado.


Em Santa Catarina, há risco de fortes ventanias e queda de granizo e neve durante a noite desta quinta-feira nas áreas mais altas do Planalto Sul. Na sexta-feira, 14 e no sábado, 15, a temperatura cai ainda mais e pode gear nos três Estados da Região Sul, de acordo com o Climatempo.

Comentários


bottom of page