top of page
Buscar

Comparsa receberia 10 mil, mas diz que "amarelou" e mulher teve de matar amante

Bruna Daniela de Oliveira e Alex José Alves foram presos na noite de quarta-feira (13), dois dias após crime - Cenário MS

Investigação da Polícia Civil apontou que Bruna Daniela de Oliveira, 31 anos, foi quem planejou a morte do amante Valdomiro Pereira, 54, na noite de segunda-feira (11). A mulher ofereceu R$ 10 mil para que o comparsa Alex José Alves, 22, o auxiliasse no assassinato.


A vítima foi encontrada na terça-feira, na casa que morava, no Assentamento Teijin, no distrito de Nova Casa Verde, em Nova Andradina.


Conforme o delegado Caio Bicalho, responsável pela SIG (Seção de Investigações Gerais) de Nova Andradina, na segunda-feira, bruna procurou Alex e ofereceu o dinheiro para que o homem a auxiliasse no crime. O rapaz aceitou o serviço e no mesmo dia, quando escureceu, os dois foram até a residência da vítima.


Bruna entrou na residência, ficou alguns minutos conversando com o amante, colocou calmante no tereré da vítima para dificultar que ele se defendesse.


“Quando o remédio fez efeito, ela chamou o Alex, ele estava esperando na porteira do sítio. Antes de entrar, ele desligou o padrão de energia da residência para que o circuito de monitoramento de segurança parasse de funcionar.


Eles ficaram conversando com o Valdomiro na área externa, em determinado momento, a Bruna foi até o carro da vítima e pegou uma arma que ela sabia que ele tinha e entregou para o Alex”, explicou o delegado, completando que o homem não teve coragem de atirar e devolveu o revólver para a mulher.


Comments


bottom of page