top of page
Buscar

Concurso Unificado: novas regras são divulgadas

Com O Globo

Foto: MEC/Divulgação


O governo anunciou nesta terça-feira um conjunto de novas regras para a aplicação da prova do Concurso Nacional Unificado, chamado de “Enem dos concursos”. Para “evitar fraude”, os candidatos não poderão sair com o caderno de provas e nem fazer anotações no cartão de confirmação. Em outra frente, digitais e exame grafológico para biometria serão coletados na sala de aplicação das provas.


‘Ponto eletrônico’

A proibição de sair com o caderno de provas da sala de aplicação veio após recomendação da rede de segurança. A organização do certamente quer evitar o seguinte crime: falsos candidatos terminam o exame mais cedo e levam os cadernos de provas. As questões são resolvidas por esses grupos e enviadas por áudios, por meio de pontos eletrônicos, para quem ainda está nas salas.


Além disso, os locais de aplicação contarão com detectores de metais e de ponto eletrônico. Por outro lado, o governo vai liberar o PDF com os cadernos de provas a partir das 20 horas do dia 05 de maio, no site do Ministério da Gestão e da Inovação.


Exame grafológico

Seguindo recomendação da Polícia Federal, haverá a coleta das digitais para o exame grafológico de todos os participantes. Isso no momento da realização do certame.


Ao receberem as provas, os concurseiros deverão preencher o cartão de resposta com seus dados, assinar e escrever uma frase. Nesse momento, um aplicador vai coletar a digital que ficará registrada no cartão de resposta.


O governo quer garantir que o candidato que esteja prestando a prova é a mesma pessoa que irá tomar posse do cargo, em caso de aprovação.


Celular e quaisquer equipamentos eletrônicos devem ser desligados e lacrados por embalagens fornecidas pelos aplicadores.


Dia da prova

A prova está dividida em dois turnos. No dia 05 de maio, os portões serão abertos às 7h30 (horário de Brasília). Os inscritos para os blocos de nível superior responderão 20 questões de múltipla escolha (de conhecimento geral), além de uma questão dissertativa de conhecimento específico. Para o nível médio, haverá 20 questões objetivas e uma redação.


Já no período da tarde, segundo turno, os portões abrirão às 13h (horário de Brasília). Os candidatos de nível superior deverão responder 50 questões de múltipla escolha (de conhecimentos específicos). Já os inscritos no bloco de nível médio farão mais 40 questões de múltipla escolha.

Comentarios


bottom of page