top of page
Buscar

Copa do Mundo Feminina terá campeã inédita em 2023

Terra

Foto: Divulgação/FIFA


A vitória da Suécia contra o Japão pelas quartas de final do Mundial definiu uma final inédita no torneio. Além das suecas, Espanha, Austrália, França, Inglaterra e Colômbia podem levantar a taça pela primeira vez.


Atuais e maiores campeões da competição com quatro títulos em cinco finais, os Estados Unidos venceram em 1991,1999,2015 e 2019. As norte-americanas foram eliminadas pela Suécia nos pênaltis no último domingo, ficando nas oitavas de final.


A Alemanha decepcionou e parou na fase de grupos, mas conta com os troféus de 2003 e 2007.


Em 1995, a Noruega conquistou o mundo. Nesta edição, a equipe avançou até as oitavas, mas caiu para o Japão, que ficou com o troféu em 2011 e acabou eliminado pela Suécia, dando fim ao sonho do bicampeonato.


O primeiro confronto da semifinal está definido e acontece na próxima terça-feira 15, entre Espanha e Suécia.


As espanholas avançaram após o triunfo diante da Holanda por 2 a 1 na prorrogação, e enfrentam a Suécia, que bateu o Japão pelo mesmo resultado.


Ainda pelas quartas de final, Austrália e França se encontram neste sábado no Brisbane Stadium, enquanto Inglaterra e Colômbia duelam em Sydney.


A Copa de 2023 pode marcar o primeiro título de seleções da Oceania ou América do Sul, caso Austrália e Colômbia avancem à final.

Comments


bottom of page