top of page
Buscar

Criança de 10 anos morre após torcer o pé e fraturar bacia, em Dracena

Valentina Rafaella Bernardes Sena foi levada com dores três vezes ao Pronto Atendimento Municipal, onde foi liberada nos dois primeiros atendimentos. - Com G1 Prudente

Valentina Rafaella Bernardes Sena morreu após torcer o pé e fraturar a bacia, em Dracena (SP) — Foto: Redes sociais


Uma criança, de 10 anos, morreu neste domingo (8) após torcer o pé e fraturar a bacia, em Dracena (SP). A Polícia Civil suspeita que Valentina Rafaella Bernardes Sena tenha sofrido uma embolia pulmonar após ter sido atendida duas vezes no Pronto Atendimento Municipal (PAM) e retornar para casa.


Conforme o delegado que registrou o caso, Victor Biroli, a menina se desequilibrou e torceu o pé na Emefi Luiza Rossa Ribeiro na última quinta-feira (5). Os pais a levaram para o PAM, onde foi realizado um raio-x que não constatou fratura. Após o atendimento, ela foi liberada.

No sábado (7), a criança continuou reclamando de dores e foi levada novamente ao Pronto Atendimento. No local, foi feito um novo exame que constatou uma fratura na bacia. Segundo a Polícia Civil, como não demandava uma emergência, na visão da equipe médica, foi agendado um atendimento com um ortopedista nesta segunda-feira (9).

Em contrapartida, Valentina reclamou aos pais que continuava com dores neste domingo (8) e foi levada novamente ao PAM já arroxeada durante a manhã.

Ainda conforme a polícia, ela foi socorrida ainda com vida na unidade de saúde, mas logo depois veio a óbito. “Ao que tudo indica, pode ter sido uma embolia pulmonar, quando um coágulo de sangue sobe da lesão que teve e vai para o coração, em uma artéria”, explicou o delegado Victor Biroli. Foi solicitado um exame necroscópico ao Instituto Médico Legal (IML), que solicitou exames complementares patológicos para concluir o laudo sobre a causa da morte.

O Boletim de Ocorrência foi registrado como morte suspeita e um inquérito policial foi instaurado.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, deve ser investigado se houve ou não omissão de socorro médico durante os atendimentos realizados no Pronto Atendimento Municipal.

O corpo de Valentina está sendo velado no Memorial VidaPrev e será sepultado no Cemitério Municipal às 16h desta segunda-feira (9).

bottom of page