top of page
Buscar

De recepcionista endividada à dona de 'império da sobrancelha', empresária cobra R$ 8 mil por hora

Com técnica própria de micropigmentação, Natalia Beauty é queridinha das famosas; próxima meta é fundar 'universidade da beleza'

Natalia Bauty criou império das sobrancelhas do zero. Foto: Divulgação

A empresária paulistana Natalia Martins, de 35 anos, é a fundadora da marca Natalia Beauty e tem um objetivo claro em mente: fundar a primeira 'universidade da beleza' do Brasil. Ela, que hoje atende celebridades como Bianca Andrade, Sasha Meneghel e Jade Picon, começou como uma endividada recepcionista de clínica estética sem muito interesse na área e hoje é dona de um império no ramo das sobrancelhas.


Natalia Beauty é criadora de uma técnica chamada flowbrows – um protocolo que une tratamento com reconstrução de sobrancelha, segundo contou ao Terra. O método de nanopigmentação "implanta pigmentos com uma microlâmina simulando fios reais na primeira camada da pele, que juntos parecem uma sobrancelha real". Somado a isso, o tratamento promete recuperar o fio da sobrancelha natural, estimulando seu crescimento.


Este é o carro-chefe do império de Natalia, que hoje conta com cinco clínicas próprias e profissionais credenciados atendendo pelo Brasil afora. Com faturamento de R$ 35 milhões em 2022, a previsão é chegar em dezembro neste ano com lucro ainda maior, na casa dos R$ 40 milhões.


Quem quiser um horário com ela, porém, precisa colocar a mão no bolso: Natalia cobra, por hora, R$ 8 mil. Porém, o mesmo serviço, feito por um de seus funcionários, custa em torno de R$ 1,7 mil. Mesmo com o valor alto, a procura exclusiva pela profissional é disputada e o próximo horário disponível é só no ano que vem.


Começou por baixo


Engana-se quem pensa que a conta bancária de Natalia sempre foi tão recheada assim — pelo contrário. Em 2015, quando ainda era recepcionista de uma clínica de estética sem muito interesse no ramo, ela via suas contas no vermelho.


Foi em uma oportunidade que ela mudou completamente o rumo de sua vida. "Nessa clínica, a profissional que fazia micropigmentação em sobrancelhas se demitiu e não voltou para fazer os retoques para a conclusão dos trabalhos", relembra. "Imagina um monte de cliente infeliz, que voltou para fazer o retoque e não tinha ninguém. Foi uma rebelião e todo mundo queria o dinheiro de volta".


Foi aí que Natalia, então, fez do limão, uma limonada. Ela conta que procurou fazer um curso de micropigmentação de sobrancelhas e deu conta dos retoques. Cobrando R$ 450 por hora na época, fez sucesso entre as clientes em São José do Rio Preto, no interior do Estado.


Pouco tempo depois, se divorciou e voltou para a capital paulista, indo viver na casa dos pais.

Eu estava com uma filha de dois anos, cheia de dívidas, meu carro com busca e apreensão e voltei a morar com meus pais contra a minha vontade. Eu só sabia fazer sobrancelha, e foi o que eu fiz", conta Natalia Beauty.

O trabalho das 6h às 0h fazendo sobrencelhas à domicílio resultaram no aluguel de um apartamento para Natalia e sua filha e, também, em uma sala comercial de 30 m² para atender as clientes. "Pela primeira vez eu senti que as coisas estavam acontecendo baseadas nas minhas decisões, na minha visão de mundo."

R$ 8 mil por hora


O tempo passou e Natalia construiu uma companhia em volta de seu trabalho como designer de sobrancelhas. Hoje, cobra R$ 8 mil por hora para aquelas que desejam ser atendidas exclusivamentes pela dona do negócio — o valor alto tem justificativa: a agenda dela é dividida entre sua família, seus negócios, o instituto e planos de expansão.


A entrevista para o Terra, por exemplo, foi feita por chamada de vídeo enquanto Natalia estava dentro de um carro, no trajeto para outro compromisso.


A revelação do valor cobrado gerou uma onda de comentários negativos para Natalia. Ela garante não se importar com a repercussão e defende que manterá o patamar alto.


"Conforme a minha agenda crescia, mais eu aumentava o meu valor cobrado. Nunca perdi cliente e esse é o meu valor. Hoje, para eu parar por uma hora para fazer sobrencelha, é porque eu amo muito. Sou uma das palestrantes sobre empreendedorismo feminino mais cotadas do País", se defende.


Universidade da Beleza e instituto 'do bem'

"Brinco ao dizer que hoje só atingi 5% do potencial da Natalia Beauty. Ela ainda vai se tornar um case mundial de produtos da beleza", conta.

Os planos da empresária são ambiciosos. Ela, que já vende cursos de beleza online — sendo que alguns já são até mesmo reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC) —, quer expandir no ambiente educacional e fundar a primeira "universidade da beleza" presencial até o fim do próximo ano.


Na visão dela, o ambiente pode ajudar a retirar as profissões do ramo da beleza da marginalidade. "Uma extensionista de unha precisa estudar bastante para fazer o serviço bem feito. Anatomia do dedo, pele, profundidade, estética visual, química de cores. É um curso sério", exemplifica.


A ideia é dar cursos que ofereçam diplomas certificados e ajudem os interessados da área a se profissionalizarem.


Outro braço da companhia fundada pela empresária é o Instituto Natalia Beauty, que oferece - com investimento próprio -, ações de recuperação da autoestima de pessoas em situação de vulnerabilidade, como:

  • Capacitação profissional para mulheres na Penitenciária Feminina de Sant'anna, Casa da Mulher Brasileira (que acolhe vítimas de violência doméstica) e Instituto Olga Kos (que atende jovens com Síndrome de Down);

  • Doação de próteses de aréolas para mulheres vítimas do câncer de mama;

  • Nanopigmentação paramédica para reconstrução de partes do corpo, como os mamilos.

Commentaires


bottom of page