top of page
Buscar

Doença da mãe é ponto sensível para Chitão e Xororó em série: 'É realidade'

Atualizado: 21 de ago. de 2023

Com UOL

Os irmãos Simas como Chitãozinho e Xororó na série "As Aventuras de José e Durval", no GloboplayImagem: Divulgação/Aline Arruda


Historicamente discretos em relação a problemas pessoais na família, Chitãozinho e Xororó terão boa parte de seus dramas de infância expostos a partir desta sexta-feira (18), com a estreia da série "As Aventuras de José e Durval", no Globoplay.

O ponto mais sensível para os dois irmãos mais velhos de uma família de oito filhos certamente está na doença da mãe, dona Araci, vivida magistralmente por Andréia Horta. O desempenho da atriz emocionou a dupla, que falou a Splash sobre a série com exclusividade.

Bipolar, Araci demorou a receber um diagnóstico que pudesse ajudar a ela e à família. José (Chitãozinho), Durval (Xororó) e Rosária, em especial, os três filhos mais velhos, sofreram bastante com o problema de saúde mental da mãe, por vivenciarem o luto pela perda da irmã Lurdinha, que morreu ainda bebê, o que afetou de modo visceral o comportamento da matriarca.


"Com o tempo, a gente vai entendendo algumas coisas que vamos vivendo. Demorou a sabermos que o que minha mãe tinha era bipolaridade, todos nós sofremos junto com ela. Trouxemos isso porque é a realidade, toda família tem suas dificuldades" - Xororó

Chitão também destaca a comoção trazida pelas cenas com Andréia Horta: "A parte que me surpreendeu muito foi dos momentos difíceis que passamos durante a doença de nossa mãe. Isso me impressionou porque está bem interpretado. Tenho certeza de que essa emoção vai chegar no público também."

A reportagem de Splash assistiu a quatro dos oito episódios da produção, que tem direção-geral de Hugo Prata, com roteiro final de Rafael Lessa e produção da O2 Filmes. O enredo mostra ainda como a fragilidade mental da mãe, aliada ao alcoolismo do pai, agravou ainda mais as dificuldades daquela família pela qual José e Durval desde cedo se sentiram muito responsáveis.

Marco Ricca dá vida a Mario, o patriarca, que foi motorista de caminhão e ônibus, mas era um cantor frustrado. Os irmãos Simas — Rodrigo, como Chitãozinho, e Felipe, como Xororó — protagonizam a produção, que conta ainda com Augusto Madeira (vivendo o radialista Geraldo Meirelles, autor da ideia de batizá-los artisticamente como Chitãozinho & Xororó), e Thiago Briantti, intérprete de Homero Bettio, produtor musical e empresário dos dois por quase três décadas.

Chitão e Xororó asseguram que não impuseram qualquer restrição à retratação de sua trajetória e não tiveram acesso aos roteiros com antecedência. Só assistiram aos oito episódios após a conclusão da série e garantem que não mudariam uma vírgula sequer.

"Está sensacional, um trabalho muito bem feito", diz Chitão. "Nos emocionamos, achei interessante olhar a nossa história 'de fora'", fala Xororó, que conta como se deu o processo de criação: "Nós tivemos contato com o diretor e os roteiristas, conversamos muito para que eles pudessem captar a nossa essência e deu muito certo."


A série "As Aventuras de José & Durval" faz parte das comemorações pelo cinquentenário da dupla, pioneira na chegada da música sertaneja às estações de rádio FM e às grandes casas de espetáculo de metrópoles como São Paulo e Rio de Janeiro.

bottom of page