top of page
Buscar

Eletricistas orientam crianças sobre riscos de soltar pipa perto da rede elétrica em PV

Atualizado: 7 de ago. de 2023


Era para ser mais uma atividade de rotina, se não fosse um pedido inusitado: “Ohhh tio, aproveita que tá aí em cima e tira essa pipa do fio pra mim?”. Em serviço nas ruas de Presidente Venceslau, os eletricistas José Carlos de Sousa e Ricardo Walicosky, colaboradores a Energisa Sul-Sudeste, viram no pedido de um garoto a oportunidade de colocar em prática um dos valores do Grupo Energisa e alertar a garotada sobre os perigos de empinar pipa perto da rede elétrica.


Os profissionais de linha viva - que realizam serviços com a rede elétrica energizada, sem interromper o fornecimento de energia para os moradores da localidade -, faziam uma poda de árvore no bairro Jardim Eldorado, quando foram abordados pela criança. A proatividade dos eletricistas em conversar com o garoto chamou a atenção de quem passava por perto e, aos poucos, outras crianças e até adultos se aproximaram para ouvir as orientações.


Entre as dicas compartilhadas estavam os riscos reais de acidentes elétricos ocasionados por pipa enroscada nos fios de energia. Isso porque ao tentar resgatá-la, a criança pode levar um choque elétrico, que pode ser fatal, além de causar a interrupção do fornecimento de energia para milhares de clientes, inclusive serviços essenciais. “Por isso, o correto é empinar em parques, praças, campos de futebol e áreas rurais, longe de fios, cabos, torres e subestações de energia”.


Prejuízos incalculáveis


O coordenador de Saúde e Segurança da Energisa Sul-Sudeste, Rodrigo Pontes Garcia, explica que “vida” e “pessoas” estão entre os valores do Grupo Energisa, por isso a empresa promove diversas ações para conscientizar a comunidade sobre os riscos de soltar pipas perto da rede elétrica. Por meio de palestras em escolas, visitas do Projeto Nossa Energia e abordagens diretas como a que ocorreu no Jardim Eldorado, em Venceslau, os profissionais da Energisa alertam a criançada, visando prevenir acidentes e também evitar prejuízos ao sistema elétrico e à comunidade.


E mesmo com todo esse esforço da concessionária, só no primeiro semestre deste ano, na região de Presidente Prudente, foram registradas 42 ocorrências de interrupções de energia causadas por pipas na rede elétrica.


“Não basta proibir a brincadeira. O que pedimos aos pais e responsáveis é apoio na orientação e fiscalização das crianças, para que soltem pipas em local apropriado, longe da rede elétrica, e com segurança”, finaliza Rodrigo.

Dicas

  • Não se deve soltar pipa nos dias de chuva ou tempo fechado, principalmente quando houver raios, porque eles são atraídos por pontos altos. ”E a pipa, nessas circunstâncias, pode ser esse ponto mais alto, potencializando o risco de um acidente fatal”.

  • Não use cerol. Além do risco de ferir ou mesmo matar, o material cortante danifica os fios de energia;

  • Não tente resgatar a pipa se enroscar na rede elétrica, nem usem fios metálicos ou nem papel laminado para confeccionar o brinquedo.

  • Se encontrar um cabo partido por linha de pipa ou outras situações, mantenha a distância e contate a Energisa.

Comments


bottom of page