top of page
Buscar

Eloise Yamashita, de Pirapozinho, dá vida à Emi em “No Rancho Fundo”

Com O Imparcial

Emi, que chega no capítulo 14 de “No Rancho Fundo”, novela das seis que estreou na segunda-feira, na Rede Globo, é uma menina que fala tudo o que vem à cabeça, é bem atenta, curiosa e um tanto explosiva. Assim define sua nova personagem a atriz de Pirapozinho, Eloise Yamashita, que integra a trama a partir de um convite da produtora de elenco, Patrícia Rache, depois de terem trabalhado juntas em “Vai na Fé”, no ano passado.


“O melhor de tudo são os encontros, e tenho dado muita, muita sorte com pessoas tão inspiradoras que têm cruzado meu caminho. No caso de ‘No Rancho Fundo’, é uma alegria enorme poder dar vida a uma criação de Mário Teixeira, trocar e aprender tanto com tanta gente incrível, como Du Moscovis, Débora Bloch, Mari Lima, Andrea Beltrão e Alexandre Nero”, comenta.


A atriz, que conta ter um projeto particularmente especial no teatro, diz, neste momento, estar focada mais na novela. “‘No Rancho Fundo’ é uma novela gostosa, leve e divertida, inspirada no clássico ‘A Capital Federal’, de Artur Azevedo, mas com uma adaptação muito contemporânea, antenada nas questões atuais. Audiovisual é trabalho coletivo, e essa equipe regida com alegria, firmeza e doçura pelo Allan Fitrerman é muito afiada. Acho que as pessoas vão sentir o amor e alegria da equipe transbordar a tela”, promove. “Estamos num ritmo e clima bem gostoso onde as cenas são trabalhadas sem a correia usual de um set, com muita troca, escuta e todo elenco e equipe bem integrados”, revela.


Romance do sertão

A nova novela trouxe de volta à tela da Globo os cenários do sertão nordestino. Segundo a Folhapress, a história é conduzida pelos sonhos e amores de Quinota (Larissa Bocchino), a filha de Zefa Leonel (Andrea Beltrão), que, com sua pureza e ingenuidade, não se dá conta dos riscos que corre ao se aproximar de Marcelo Gouveia (José Loreto), o engenheiro galanteador que mora na cidade.


Na trama, a personagem a quem Eloise dá vida, a Emi, trabalha como secretária na mineradora de Ariosto (Eduardo Moscovis). Também é amiga de Lola (Natascha Falcão) e, ao contrário da companheira, ela é explosiva e fala tudo o que lhe vem á mente. “Por mais que ela não tenha uma rede de apoio e precise muito do trabalho para se manter, por ter esse gênio mais forte e ácido, não engolir sapos e nem aguentar levar muito desaforo para casa, vai arrumar muita confusão nos lugares onde passa. Posso adiantar que Emi e Caridade [Clara Moneke], também de personalidade forte, vão ser demitidas dos muitos empregos por onde passarem. Não sei qual deles vai bater o recorde”, brinca a artista.

Comentarios


bottom of page