top of page
Buscar

Em Pauta: Questão do estacionamento nas avenidas


A Associação Comercial de Presidente Venceslau fez uma pesquisa junto aos comerciantes da avenida Princesa Isabel sobre a possibilidade de se criar estacionamento rotativo de 30 minutos. Conforme a entidade, a medida seria uma forma de reduzir a falta de vagas para estacionamento dos clientes na avenida.


A Associação Comercial cita que muitos lugares ocupados nas avenidas não são de consumidores, pois os veículos ficam estacionados durante todo o dia no mesmo local.


Na pesquisa, a maioria dos entrevistados se mostrou favorável ao estacionamento rotativo. Agora o resultado da pesquisa será encaminhado ao departamento de trânsito do município na tentativa de se implantar a medida.


A falta de vagas para estacionar nas ruas centrais é um problema que se estende ao longo dos anos. Presidente Venceslau é um dos municípios em que o percentual de veículos em relação ao número de habitantes é um dos maiores na região.


Anos atrás, a mesma entidade fez pesquisa sobre a possibilidade de implantação de zona azul nas vias centrais. No entanto, mesmo como resultado favorável à medida, o assunto não foi levado adiante pelas autoridades municipais.


Um das formas de minimizar o problema foi a implantação do estacionamento em diagonal em determinados pontos, criação de estacionamento exclusivos para as motocicletas e aumento do número de vagas no espaço onde se realiza a feira de domingo.


Apesar dessas medidas, muitas motocicletas, por exemplo, insistem em utilizar as vagas destinadas para os carros, assim como é baixa a procura pelo estacionamento na rua da feira de domingo, em razão da distância.


Há que se fazer um estudo por parte do departamento de trânsito e, dessa forma, encontrar a melhor saída para que sobrem mais vagas, sobretudo, nas avenidas centrais da cidade.


Na verdade, é necessário que haja um estudo mais aprofundado sobre o trânsito da cidade, como em relação as vias de mão dupla e aquelas de mão única que foram criadas e que hoje não contemplam a fluidez do trânsito.


Por outro lado, torna-se necessário um trabalho educativo de maior intensidade junto à comunidade, que inclui, por exemplo, funcionários do comércio, das agências bancárias e afins, para que não deixem seu veículo estacionado em frente ao local de trabalho, prática essa contumaz.


Em relação à sinalização horizontal, o trabalho realizado pelo departamento de trânsito está a contento. No entanto, a sinalização vertical, em determinadas vias, continua precária e necessitando de uma maior atenção, principalmente nos bairros e determinadas vias, em que os galhos de árvores ofuscam as placas de sinalização.


Outro fato preocupante é o número de acidentes envolvendo motocicletas. Mesmo com o eficiente trabalho da Polícia Militar no setor de trânsito, os abusos de determinados motociclistas é notório.


コメント


bottom of page