top of page
Buscar

Em Pauta: Sucessão municipal para 2024


A praticamente 19 meses do pleito municipal, não há ainda qualquer movimentação da classe política local. Tampouco se fala em nomes que estariam propensos a uma disputa eleitoral. O que se comenta nos bastidores é que é certa a reeleição da prefeita Bárbara em 2024.


De fato, hoje o cenário político venceslauense é atípico em relação ao pleito anterior. Nas eleições de 2020, o município teve 7 candidatos ao cargo de prefeito. A eleição de Bárbara Vilches veio com a promessa de novidade, com o mote de 'espantar a velha política'.


Eleita prefeita, Bárbara montou uma equipe nova, onde a maioria de sua assessoria não havia experimentado atividades na área pública. Desde a montagem de sua equipe pouca mudança ocorreu sobre troca de secretários.

Com grande fôlego para resolver questões emblemáticas do município, a prefeita vem encontrando obstáculos que não imaginava ter. A questão do Ipreven (Instituto de Previdência Municipal) trava a execução da pretendida reforma administrativa, por exemplo.


Vê-se, por outro lado, que a cidade tem vários problemas de infraestrutura nos bairros, que são escancarados em época de grande precipitação pluviométrica. Bairros, entre os quais, o Vencesville, Jardim Europa, Eldorado e, principalmente, Residencial da Faive, são exemplos de transtornos e reclamações dos moradores.

Voltando à questão eleitoral em 2024, a expectativa é o surgimento de nomes novos na política. Do ponto de vista do legislativo, uma das figuras que tem tido destaque pelo seu trabalho é vereador Tácito Alexandre 'Pi'.


Filho do ex-prefeito Tácito Cortes de Carvalho e Silva, Tácito Alexandre vem exercendo a contento ao trabalho que cabe ao vereador, que é fiscalizar o Executivo, ao mesmo tempo promove projetos que vem de encontro ao interesse público.


Ressalta-se que o legislativo venceslauense tem se pautado com responsabilidade, exercendo o papel de defesa do interesse público. Apoia as iniciativas positivas da administração, respaldando os projetos que são encaminhados, assim como vem cobrando o poder público municipal para melhorias na área urbana e rural.


Assim como Tácito Alexandre, nomes como do experiente vereador João Cola é sempre lembrado para disputa majoritária. O atual presidente da Câmara, Márcio Francisco de Oliveira, também tem tido destaque em suas ações, sobretudo pela forma harmônica como conduz os trabalhos da casa.


No cenário político local nomes que ficaram de fora do último pleito, como dos ex-vereadores Tufy Nicolau Júnior, Mestre Tota, Lucimara Dias e João Paulo Arfelli Rondó, ainda são lembrados e merecem atenção.


Assim como dos ex-prefeitos que passaram pela administração, como Jorge Duran, Osvaldo Melo, Ângelo Malacrida e Ernane Erbella, mesmo que alguns deles já tenham se manifestado que não querem mais concorrer, não devem ser descartados.


Enfim, por ora, a prefeita Bárbara navega em águas tranquilas. Tem recebido apoio necessário para sua gestão. Mas a política é cíclica e os ventos podem soprar ao contrário nos meses finais de gestão, a depender de suas ações ou omissões.


O tempo, senhor da razão, é que dirá.

Comments


bottom of page