top of page
Buscar

Em queda, preço da arroba do boi volta a ficar abaixo de R$ 200

Cotação da matéria-prima não descia a este patamar há mais de três anos - Globo Rural

Arroba do boi em queda deve afetar resultado de empresas Ernesto de Souza/Ed. Globo

Pela primeira vez desde maio de 2020, o boi gordo está sendo negociado por menos de R$ 200 por arroba em Campinas (SP). O forte recuo dos preços nos últimos meses, em decorrência principalmente da virada do ciclo pecuário, deixou a maioria dos pecuaristas brasileiros com um pé atrás sobre a ideia de investir. Em efeito cascata, a indústria de saúde e nutrição animal enfrenta um cenário mais difícil para manter as vendas, mas especialistas afirmam que é importante continuar investindo de olho na fase de alta daqui a alguns anos. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), Esalq/USP, a arroba do boi caiu custava R$ 199,80 na quinta-feira (31/8), uma queda de 18% no mês. Em relação ao mesmo dia de 2022, a baixa é de 35%.

“É até difícil dizer se é o fundo do poço, porque acho que ainda tem espaço para cair um pouco mais”, afirmou o pecuarista Rogério Assis, de Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul. “Mas é cíclico, e a gente não pode deixar de investir. Quem para no tempo, fica para trás”. Assis abate cerca de 800 animais por ano. O corte não é a principal fonte de receita para o pecuarista; ele é um conhecido produtor de genética angus e mantém entre 200 e 250 matrizes com esse foco. “Fizemos reuniões na propriedade para decidir o que faríamos este ano. É uma decisão difícil, em muitos lugares do país a conta do pecuarista não fecha. Então, é pisar no freio, mas não parar”, disse.

댓글


bottom of page